Header Ads

Líder do PSL garante 54 votos para reeleger Rodrigo Maia


O líder do PSL na Câmara, Delegado Waldir (GO), afirmou nesta quarta-feira que o partido vai entregar todos os 54 votos da bancada para a reeleição de Rodrigo Maia (DEM-RJ), depois que o atual presidente da Câmara prometeu o "céu" para a legenda.

"Nós conseguimos o céu para o PSL", disse Waldir em conversa com jornalistas no Palácio do Planalto, ao se referir ao fato de que o acordo vai garantir o empenho de Maia na aprovação da reforma da Previdência e assegurar ao partido a vice-presidência da Câmara e as presidências das comissões de Constituição e Justiça (CCJ) e de Finanças e Tributação.

Pelas contas do líder, os 54 votos da legenda incluem, além dos 52 deputados federais eleitos, os deputados Pastor Gildenemyr, do PMN, e Bia Kicis, eleita pelo PRP. Esses dois parlamentares foram eleitos por legendas que não ultrapassaram a chamada cláusula de barreira, levando-os a migrarem para o PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro e que tem direito a funcionamento na Câmara.

Waldir disse que, se Maia entregar a reforma da Previdência, seria "espetacular" e classificou o espaço do PSL no acordo "fenomenal". Segundo ele, a legenda conseguirá novas relatorias na Câmara com Maia, citando que até poderá ter um representante relatando a reforma da Previdência.

No início de janeiro, o presidente do PSL e deputado federal eleito, Luciano Bivar (PE), anunciou que a legenda vai apoiar a manutenção de Maia no comando da Câmara nos próximos 2 anos. A votação, que ocorrerá no dia 1º de fevereiro, é secreta.

Fonte: Reuters