segunda-feira , 11 de dezembro de 2017
Início / Esportes / Bahia perde para Cruzeiro e fica perto do Z-4

Bahia perde para Cruzeiro e fica perto do Z-4


Reviewed by:
Rating:
5
On segunda-feira, 18 de setembro de 2017
Last modified:segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Summary:

Bahia perde para Cruzeiro e fica perto do Z-4

O Bahia esteve próximo de voltar para Salvador com pelo menos um ponto na bagagem neste domingo, 17, contra o Cruzeiro, no Mineirão, pela 24ª rodada do Brasileirão. No entanto, o time desperdiçou chances na 1ª etapa e viu a Raposa voltar para o 2º tempo mais forte para vencer o jogo por 1 a 0.

A derrota fez com que o Esquadrão caísse para a 16ª colocação, com 27 pontos ganhos, empatado na pontuação com o São Paulo – mas os baianos ficam na frente pelo critério de saldo de gols.

No próximo domingo, o Tricolor recebe o Grêmio pela 25ª rodada, em Salvador, no próximo domingo, 24, às 19h, na Arena Fonte Nova. O zagueiro Tiago, substituído ontem após contusão, é dúvida para o jogo.

Expulso aos 6 minutos do 2º tempo, o técnico Preto Casagrande ficou na bronca com a arbitragem após a partida. “Eu não falei nada para ele, muito menos o agredi. Comemorei a defesa de Jean, e fui expulso logo depois sem saber a razão”, disse o treinador.

O jogo

A partida do Bahia pode ser dividida em duas etapas: foi bem no 1º tempo, mas praticamente não fez nada no 2º. Os melhores momentos da equipe de Salvador foram mesmo a partir dos 30 minutos, quando conseguiu ser efetivo na tática de esperar o adversário no seu campo para contra-atacar.

As investidas do Tricolor eram perigosas e, em pelo menos duas oportunidades, o goleiro Fábio foi obrigado a aparecer para salvar a meta da Raposa. Na melhor chance da 1ª metade do jogo, aos 45, o meia Vinícius recebeu na cara do gol e desperdiçou. Os cruzeirenses fizeram um bom início de jogo, sobretudo com Raniel, que em alguns momentos infernizou a zaga Tricolor.

Mesmo assim, com bom trabalho de Zé Rafael e Mendoza nas roubadas de bola, o time de Preto Casagrande conseguiu tomar o controle do jogo e impor vários contra-golpes perigosos. Apesar de tudo, o time não aproveitou as oportunidades, e falhou em algumas oportunidades quando precisou dar o último passe para o gol.

Na volta do intervalo, logo aos 4 minutos, um lance mudou a história do jogo: o árbitro marcou pênalti para o Cruzeiro em confusão na área. O goleiro Jean defendeu a cobrança de Thiago Neves.

O problema para o Bahia foi que, logo após a cobrança, Preto Casagrande foi expulso do jogo por reclamar da penalidade. O que já era ruim, com um início de 2º tempo abaixo, piorou ainda mais.

O time caiu de rendimento e viu a Raposa crescer. Não demorou para Thiago Neves se redimir do pênalti perdido e colocou a bola na cabeça do zagueiro Léo, aos 17 do 2º tempo, para fazer o gol vencedor da partida. Depois do gol, o Esquadrão não conseguiu reagir.

A Tarde

Comentários:


ATENÇÃO: Os comentários são de total responsabilidade dos autores e representam a opinião pessoal de cada leitor. O Jacobina Notícias poderá retirar, sem aviso prévio, comentários ofensivos ou com xingamentos.