segunda-feira , 25 de setembro de 2017
Início / Notícias / Jacobina / Desapropriação do Hospital Antônio Teixeira poderá ser alvo de CPI na Câmara Municipal de Jacobina

Desapropriação do Hospital Antônio Teixeira poderá ser alvo de CPI na Câmara Municipal de Jacobina


Reviewed by:
Rating:
5
On quarta-feira, 13 de setembro de 2017
Last modified:quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Summary:

Desapropriação do Hospital Antônio Teixeira poderá ser alvo de CPI na Câmara Municipal de Jacobina

Nos próximos dias, a Câmara de Vereadores de Jacobina irá deliberar sobre a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar a desapropriação do Hospital Antônio Teixeira Sobrinho, ocorrido no primeiro governo do prefeito Rui Macedo. O objetivo é saber porque, quase dez anos depois, os funcionários da Fundação Antônio Teixeira Sobrinho, que administrava o hospital, ainda não receberam os direitos trabalhistas.

Nesta terça-feira (12.09), uma comissão de ex-funcionários da Fundação Antônio Teixeira Sobrinho procurou a imprensa para denunciar a via crúcis que tem enfrentado junta ao Executivo Municipal (devedor) e à Justiça do Trabalho, sem nenhuma solução prática em relação aos pagamentos das ações com existência de sentença trabalhista transitada em julgado.

Um grupo de ex-funcionários também esteve na Câmara Municipal de Vereadores, onde se reuniram com o presidente Noelson Oliveira (DEM) e o vereador Martins dos Santos (PT), que decidiram levar o assunto para debate na próxima sessão, inclusive com a presença desses trabalhadores que estão enfrentado muitos dramas pessoais, sendo que alguns deles, além de amargar o desemprego e a falta de pagamento dos seus direitos trabalhistas, estão acometidos de enfermidade, como depressão, por exemplo.

Com a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) será possível abrir a caixa preta da desapropriação do Hospital Antônio Teixeira Sobrinho, que sempre foi visto com desconfiança pela sociedade jacobinense.

Chegou a hora de desnudar o rei e saber efetivamente o que realmente aconteceu.

Fonte: Jacobina 24 Horas

Comentários:


ATENÇÃO: Os comentários são de total responsabilidade dos autores e representam a opinião pessoal de cada leitor. O Jacobina Notícias poderá retirar, sem aviso prévio, comentários ofensivos ou com xingamentos.