sexta-feira , 22 de setembro de 2017
Início / Notícias / Jacobina / Jacobina: Xadrez do Crime sofre mais um xeque-mate da polícia

Jacobina: Xadrez do Crime sofre mais um xeque-mate da polícia


Reviewed by:
Rating:
5
On sábado, 27 de maio de 2017
Last modified:sábado, 27 de maio de 2017

Summary:

Jacobina: Xadrez do Crime sofre mais um xeque-mate da polícia

Considerado uma das peças mais importantes e perigosas do Xadrez do Crime em Jacobina, Elder Soares de Souza 30 anos, conhecido como Elder Rei, foi preso na noite desta quarta-feira (25) em uma operação conjunta do CPAC (Companhia Especializada em Caatinga) e a PRF. Prisão ocorrida em uma barreira na sede do Posto 2. Elder que trafegava sentido a cidade de Senhor do Bonfim em um veículo Celta de cor preta, placa NYJ-8922, e trazia embutido dentro dos bancos do veículo 7 tabletes pesando cerca de 7Kg de crack que, segundo ele, recebeu R$ 2 mil para transportar a droga até a cidade de Petrolina-PE.

Segundo as investigações, Elder, que tem em seu desfavor vários mandados de prisão, oriundos das cidades de Capim Grosso, Senhor do Bonfim e Jacobina, usava como rota do tráfico Salvador a Juazeiro da Bahia, com bases de distribuição em Capim Grosso e Senhor do Bonfim. Ainda segundo as investigações, em Jacobina, Elder montou o seu Quartel General (QG) de distribuição no bairro da Caixa D’água, com foco em outros bairros. Porém, uma briga familiar por pontos de venda de drogas com as primas, as irmãs Pereira, que tinha como líder Renata Pereira, conhecida como a Rainha do Tráfico, assassinada do dia 7 de Abril após sair da prisão do Complexo Policial de Jacobina, tornou o bairro nos últimos 2 anos um dos mais sangrentos de Jacobina. Vários homicídios e duas triplas tentativas de homicídio foram atribuídos às duas facções criminosas da cidade, além de várias operações policiais com apreensão de armas e drogas.

O Xadrez do Crime

Segundo o delegado coordenador da 16ª Coorpin, Dr. Eduardo Brito, idealizador do Xadrez do Crime, que faz alusão ao jogo e a carceragem da delegacia, as peças que compõem o tabuleiro (rei, rainha, bispos, cavalos, torres e peões) são membros de uma facção criminosa que atua em Jacobina e região. “A prisão de Elder é de suma importância para a elucidação de vários crime de mando, tais como homicídios ocorridos em Jacobina, principalmente após ao início da briga com sua prima e inimiga Renata Pereira, que também foi autora de mando de vários crimes. A apuração da  morte da própria prima foi atribuída a ele”.

Elder foi autuado em flagrante delito pelo delegado de Capim Grosso, Dr. Humberto Marino, e enquadrado na Lei 11.343 – Tráfico de Drogas. O criminoso permanece preso no Complexo Policial de Jacobina, onde também já se deu cumprimento aos mandados de prisão. Ainda segundo o delegado Eduardo Brito, devido ao alto grau de periculosidade de Elder, já está sendo providenciado, perante a Justiça, a sua remoção para uma unidade prisional do Estado.

Informações da 16ª Coorpin/Jacobina

Comentários:


ATENÇÃO: Os comentários são de total responsabilidade dos autores e representam a opinião pessoal de cada leitor. O Jacobina Notícias poderá retirar, sem aviso prévio, comentários ofensivos ou com xingamentos.