terça-feira , 26 de setembro de 2017
Início / Brasil / MEI tem até quarta-feira (31) para entregar declaração anual

MEI tem até quarta-feira (31) para entregar declaração anual


Reviewed by:
Rating:
5
On quarta-feira, 17 de maio de 2017
Last modified:quarta-feira, 17 de maio de 2017

Summary:

MEI tem até quarta-feira (31) para entregar declaração anual

Foi pensando em enviar a Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-Simei) dentro do prazo, que se encerra no dia 31, que o microempreendedor individual (MEI), Paulo César Lomi, buscou ajuda do Sebrae durante a Semana do MEI, em Salvador. O evento, encerrado no último sábado, ofereceu capacitação específica para ensinar a fazer a declaração e repassar os detalhes desse assunto para os participantes.

“A declaração é obrigatória e, mesmo que o MEI não tenha registrado receita em 2016, ele precisa enviar sua declaração. Esse registro dentro do prazo evita pendência e pagamento de multa”, explica o técnico do Sebrae, Wagner Gomes, responsável pela palestra “Como fazer a declaração de faturamento”, que aconteceu na manhã do último sábado (13), na tenda da Semana do NEI, no Shopping da Bahia. O palestrante esclarece que tudo por ser feito pelo Portal do Empreendedor (portaldoempreendedor.gov.br), de casa. É necessário informar o valor total de faturamento. Se o MEI tiver dúvida, pode entrar em contato com o Sebrae pela Central de Relacionamento (0800 570 0800) ou com Ponto de Atendimento da instituição.

Paulo Lomi chegou a Semana do MEI com duas demandas: buscar informações para ajudar a sua esposa a fazer a declaração dela e aprender para fazer a sua declaração, a partir do próximo ano. A esposa de Paulo, Eliana Ibrahim, MEI desde setembro de 2016, é dona da loja Diva Fitness e ele, que se formalizou em fevereiro, é gestor administrativo de condomínios. “Sabemos que é um dever do MEI, por isso venho aqui em busca de aprendizado”, explica.

A declaração refere-se ao ano de 2016 e deve ser emitida até o dia 31 de maio, quarta-feira. Na DASN-Simei, o MEI precisa informar itens como o seu faturamento anual (Receita Bruta Total), valor das receitas referentes a comércio, indústria ou serviço intermunicipal e se houve a contratação de funcionário. A declaração é obrigatória e garante a manutenção dos benefícios do empreendedor.

Veja aqui como fazer sua declaração.

Principais dúvidas

O que é a Declaração Anual Simplificada para o MEI?

A Declaração Anual é uma das responsabilidades do MEI no exercício de sua atividade. Essa declaração deverá ser enviada anualmente à Receita Federal. Nela, o MEI vai informar suas operações comerciais (receita bruta) do ano fiscal anterior ao que está sendo efetuada a declaração.

Declaração do MEI e Declaração de Imposto de Pessoa Física, qual a diferença?

Todo empreendedor exerce socialmente dois papéis: um enquanto empresário, através do CNPJ da sua empresa, e outro de cidadão, pessoa física, através do seu CPF. A Declaração Anual Simplificada para o Microempreendedor Individual, referente ao faturamento bruto da pessoa jurídica (CNPJ). Já a Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (DIRF) é um imposto federal brasileiro anual, que incide sobre todas as pessoas que tenham obtido um ganho acima de um determinado valor mínimo. O fato de ser MEI, não obriga o empresário a declarar Imposto de Renda Pessoa Física.

Como faço a Declaração?

Para efetuar a Declaração, basta o MEI acessar Portal do Empreendedor ou diretamente o Portal do Simples Nacional.

Quando é feita a Declaração?

O período de envio da declaração inicia em janeiro e se encerra no dia 31 de maio.

Dei baixa no meu MEI, preciso realizar a Declaração?

Se você deu baixa (extinção) no MEI em 2016, deverá realizar sua Declaração Anual como “Situação Especial”.

O que deve ser declarado?

As receitas que devem ser declaradas são as referentes ao seu faturamento bruto, ou seja, o total de produtos vendidos e/ou de serviços prestados durante o ano fiscal que está sendo declarado.

O rendimento do MEI é o faturamento da empresa?

Não, estes não são a mesma coisa. Não separá-los pode levar o MEI a pagar impostos indevidos. O faturamento da empresa está ligado à pessoa jurídica, já o rendimento, à pessoa física do MEI.

Não faturei nada no ano anterior, devo realizar a Declaração mesmo assim?

O MEI que durante o ano não teve faturamento ou ficou sem movimento, está obrigado a elaborar e entregar a Declaração Anual relativa às informações do ano anterior. Neste caso, informando R$ 0,00 (sem faturamento), nos campos das Receitas Brutas Vendas e/ou Serviços.

O que acontece se o MEI não faz a declaração?

O MEI que não efetuar sua Declaração anual, no prazo determinado, estará sujeito à multa e penalidades. A declaração é considerada fora do prazo, a partir do dia seguinte ao prazo limite de entrega.

As principais penalidades aplicadas ao MEI, que não transmitir sua DASN-SIMEI no prazo determinado são:

• Multa mínima de R$ 50,00 que será reduzida em 50%, caso entregue a DASN antes de qualquer procedimento de ofício pelo Fisco;
• O MEI não conseguirá obter Certidões Negativas de Débito junto à Receita;
• Poderá ocorrer o cancelamento automático do registro do MEI (perda de todos os registros: NIRE, CNPJ, IE, CCM, etc.);
O MEI terá o cancelamento de inscrição, de acordo com a resolução nº 36 de 02/05/16 do CGSIM nos seguintes casos:
• não tiver efetuado declaração DASN-MEI nos 2 últimos exercícios; e
• estiver inadimplente em todas as contribuições mensais devidas desde o 1º mês do período da declaração supramencionada até o mês do cancelamento.

Não realizei minha Declaração dentro do prazo, como é o procedimento de regularização?

O procedimento para fazer a declaração fora do prazo, é o mesmo para efetuar dentro do prazo.No caso de transmissão da Declaração fora do prazo, será emitida uma Notificação de Lançamento de Multa por Atraso na Entrega da Declaração MAED, e gerada uma DARF (para pagamento da multa), os quais deverão ser impressos juntamente com a declaração.

Ao ser identificado pelo sistema, que a declaração esta sendo efetuada fora do prazo, será exibida a seguinte mensagem: “Esta declaração foi transmitida com sucesso. Entretanto, foi entregue fora do prazo, o que ensejou a aplicação de multa. Imprima o Recibo de Entrega, a Notificação de Lançamento e também a DARF para pagamento da multa, clicando em imprimir”.

É possível corrigir uma Declaração já transmitida?

Sim, quando uma declaração já foi transmitida é possível fazer sua correção. Neste caso, este ano será exibido apenas com a opção “retificação”. Esta opção possui as mesmas funcionalidades da declaração original. Entretanto, os valores informados na declaração original transmitida, aparecerão na tela. O MEI deverá informar os novos valores.

Como fazer consulta ou imprimir segunda via da DASN-SIMEI já transmitida?

Para consultar ou imprimir segunda via da declaração, acesse o Portal do Simples Nacional, informando seu CNPJ e utilizando o seu código de acesso. Será fornecida a lista de declarações já transmitidas por este optante, disponíveis em formato PDF, para impressão.

Agência Sebrae de Notícias Bahia / Foto: iStock

Comentários:


ATENÇÃO: Os comentários são de total responsabilidade dos autores e representam a opinião pessoal de cada leitor. O Jacobina Notícias poderá retirar, sem aviso prévio, comentários ofensivos ou com xingamentos.