quinta-feira , 27 de julho de 2017
Início / Esportes / Nordestão 2018 pagará R$ 23 milhões; saiba quanto os clubes baianos podem ganhar

Nordestão 2018 pagará R$ 23 milhões; saiba quanto os clubes baianos podem ganhar


Reviewed by:
Rating:
5
On domingo, 14 de maio de 2017
Last modified:domingo, 14 de maio de 2017

Summary:

Nordestão 2018 pagará R$ 23 milhões; saiba quanto os clubes baianos podem ganhar

Com a final da sua edição 2017 se aproximando, a Copa do Nordeste já sabe quanto valerá para os 20 clubes que participarão dela em 2018. Segundo as projeções dos organizadores, a expectativa é que a premiação do torneio no ano que vem seja entre R$ 22 milhões e R$ 23 milhões.

Vencedor da final 2017, entre Bahia x Sport, receberá R$ 2,85 milhões (Foto: Vitor Villar / Correio)

 

Isso representaria um aumento de 24% em relação ao valor que foi rateado pelos clubes na edição de 2017, de R$ 18.520.000. Da edição 2016 para a atual, o crescimento foi de 25%.

Da verba de 2017, 51% foram distribuídos entre os 20 clubes que disputaram a fase de grupos. Os quatro times de Maranhão e Piauí, porém, ficaram com cota menor: R$ 330 mil, aproximadamente, contra R$ 600 mil para as equipes dos demais estados – como os três da Bahia.

Os 49% restantes foram pagos aos clubes de acordo com o desempenho destes na fase de mata-mata. O vencedor da final entre Bahia e Sport, por exemplo, sairá com R$ 2.850.000 nos cofres, somando todas as fases. O vice-campeão, ficará com R$ 2.150.000.

O Vitória, que caiu nas semifinais, levou R$ 1,6 milhão para a conta, somando todas as fases.

Com o aumento para R$ 23 milhões e seguindo a divisão atual de 51% e 49%, a fase de grupos em 2018 terá R$ 11.730.000 para repartir e o mata-mata, R$ 11.270.000.

Aplicando de forma simples a correção de 24% sobre os valores das cotas de 2017, o campeão da Copa do Nordeste 2018 pode embolsar R$ 3,5 milhões no somatório de todas as fases. O vice, por sua vez, pode receber quase R$ 2,7 milhões (veja mais detalhes abaixo).

Discussões no caminho

O problema é que o modelo de distribuição do próximo Nordestão ainda precisa ser discutido entre os times da Liga do Nordeste. Em acordo firmado em 2014, ficou acertado que os clubes de Maranhão e Piauí passariam a receber a cota financeira integral justamente a partir desta edição.

Vale lembrar, ainda, que a partir do ano que vem a Copa do Nordeste adotará novo formato, com uma fase preliminar disputada entre oito times. Quatro avançarão para a fase de grupos, que terá a redução de 20 para 16 participantes.

Sendo assim, a expectativa é que a liga resolva pelo seguinte: os quatro clubes eliminados na fase preliminar assumiriam o papel dos clubes de Maranhão e Piauí no modelo atual – ou seja, receberiam a cota menor do que os 16 outros, que avançariam para a fase de grupos.

Finalistas do Baianão, dupla Ba-Vi já está garantida no Nordestão 2018 (Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia)
Problemas para o Touro?

Nesse modelo, o Fluminense de Feira, 3º colocado no Baianão e que disputará a seletiva na Copa do Nordeste, teria que lutar para avançar à fase de grupos e assim receber a cota integral – privilégio que a Juazeirense teve neste ano, ao ficar com os R$ 600 mil pela participação.

Participantes da final do Baianão, Vitória e Bahia já estão garantidos na fase de grupos da edição 2018.

Projeções para a Copa do Nordeste 2018

Aplicando a correção de 24% sobre as cotas da edição 2017 do regional, as cotas de participação em cada fase ficariam assim:

Cota a ser distribuída: R$ 23 milhões (prevista)
Campeão: R$ 1,55 milhão (R$ 3,5 milhões no acumulado)
Vice-campeão: R$ 682 mil (R$ R$ 2,66 milhões no acumulado)
Semifinalista: R$ 682 mil (R$ 1,98 milhão no acumulado)
Quartas de final: R$ 558 mil (R$ 1,3 milhão no acumulado)
Fase de grupos: R$ 745 mil
Fase preliminar: R$ 410 mil

Comentários:


ATENÇÃO: Os comentários são de total responsabilidade dos autores e representam a opinião pessoal de cada leitor. O Jacobina Notícias poderá retirar, sem aviso prévio, comentários ofensivos ou com xingamentos.