domingo , 18 de Fevereiro de 2018
Início / Bahia / PM do Batalhão de Choque é morto na Boca do Rio, em Salvador

PM do Batalhão de Choque é morto na Boca do Rio, em Salvador

O policial militar Jorge Januário da Silva Filho, 32 anos, foi morto por volta das 23h desta sexta-feira (30), na Rua Heitor Dias, na Boca do Rio. De acordo com informações da Central de Polícias, a vítima estava em via pública, conversando com amigos, quando foi baleada.

Segundo a polícia, os disparos foram efetuados de dentro de um veículo branco não identificado, que chegou ao local. A polícia não soube informar quantas pessoas estavam dentro no carro.

A vítima, que integrava o Batalhão de Choque, foi atingida na região do ombro. Ele morreu no local, antes mesmo de ser socorrido. Ainda não há informação sobre o dia, horário e local do enterro. A polícia ainda apura a motivação e a autoria do crime.

Há uma versão de que três homens foram assaltar o Tormes Bar, reconheceram o policial e atiraram nele. A outra é de que os autores já sabiam que a vítima era policial e foram ao local para matá-lo. Há a informação ainda de que os autores seriam da invasão Georgina, localizada na própria Boca do Rio.

Pelo menos dois policiais militares foram assassinados na Bahia em setembro. Além de Jorge Januário, o sargento da reserva Romário José da Silva Santos foi morto durante um assalto na cidade de Eunápolis, na região do Extremo Sul da Bahia, no dia 15 de setembro.

Outros quatro policiais foram baleados, na Bahia, em setembro. A primeira ocorrência foi registrada no dia 2, quando um soldado da Polícia Militar de 37 anos, lotado na Operação Gêmeos, foi baleado durante um assalto no bairro do Santo Antônio Além do Carmo. Ele reagiu à ação dos assaltantes e foi alvejado.

No dia seguinte, o aluno soldado da Polícia Militar Isaac Mota dos Santos, 25 anos, foi baleado durante uma tentativa de assalto no final de linha de Plataforma. Já no dia 4, um sargento aposentado da Polícia Militar foi baleado durante uma tentativa de assalto em Marechal Rondon. Pouco mais de uma semana depois, no dia 12, o soldado Jefferson da Silva Carvalho foi atingido na região do peito, nas imediações da casa dele, no Arraial do Retiro.

correio24h

Comentários:


ATENÇÃO: Os comentários são de total responsabilidade dos autores e representam a opinião pessoal de cada leitor. O Jacobina Notícias poderá retirar, sem aviso prévio, comentários ofensivos ou com xingamentos.