segunda-feira , 11 de dezembro de 2017
Início / Notícias / Jacobina / Preso pela PF em Jacobina, homem é suspeito de sequestrar gerente de banco no Tocantins

Preso pela PF em Jacobina, homem é suspeito de sequestrar gerente de banco no Tocantins


Reviewed by:
Rating:
5
On quarta-feira, 11 de outubro de 2017
Last modified:quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Summary:

Preso pela PF em Jacobina, homem é suspeito de sequestrar gerente de banco no Tocantins

A ação ocorrida na manhã de terça-feira (10) em Jacobina foi um desdobramento da ‘Operação Nomas’, segundo informou a Polícia Federal. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão nas cidades de Jacobina,  no centro-Norte do estado, Barreiras e Luís Eduardo Magalhães, no Oeste baiano.

Os presos são acusados de participação no sequestro de um gerente da Caixa Econômica Federal da cidade de Taguatinga, região sudeste do Tocantins, ocorrido entre os dias 18 e 19 de maio deste ano. De acordo com a PF, outros dois elementos, Otoniel Vieira Araújo Filho e Júlio César Ribeiro Pires, conhecido como cocada, têm mandados de prisão abertos e são considerados foragidos.

A suspeita é que os homens façam parte de uma organização criminosa especializada em cometer crimes contra instituições financeiras, Correios, tráfico de armas e roubo de carga em estradas. O acusado preso ontem em Jacobina, que não teve o nome divulgado, foi recambiado para Casa de Prisão Provisória de Palmas (TO), e deve responder pelo crime de extorsão mediante sequestro. Ele foi preso por volta das 6 da manhã na Rua 10 do bairro Jacobina III, para onde havia se mudado há aproximadamente 3 meses.

As investigações são conduzidas pela Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio da União e Tráfico de Armas. Todos os mandados foram expedidos pela Justiça Federal em Gurupi. Segundo a PF, o nome da operação é uma referência à palavra nômade, do “nomas”, que significa tribo ou etnia que vive mudando de lugar.

Fonte: Bahia Acontece

Comentários:


ATENÇÃO: Os comentários são de total responsabilidade dos autores e representam a opinião pessoal de cada leitor. O Jacobina Notícias poderá retirar, sem aviso prévio, comentários ofensivos ou com xingamentos.