segunda-feira , 24 de julho de 2017
Início / Notícias / Jacobina / Secretário Estadual de Saúde visita Jacobina nesta quinta-feira (13)

Secretário Estadual de Saúde visita Jacobina nesta quinta-feira (13)


Reviewed by:
Rating:
5
On terça-feira, 11 de julho de 2017
Last modified:terça-feira, 11 de julho de 2017

Summary:

Secretário Estadual de Saúde visita Jacobina nesta quinta-feira (13)

Na próxima quinta-feira (13), o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, estará em Jacobina apresentando o projeto de Consórcios de Saúde em Encontro de Prefeitos e Gestores de Saúde, que irá acontecer a partir das 14 horas, no auditório da Praça do Céu, no bairro da Missão. O evento contará também com Nelson Portela, presidente dos Consórcios de Saúde da Bahia.

Durante o evento, Fábio Vilas-Boas falará sobre a experiência da implantação dos Consórcios de Saúde que visam “desafogar os hospitais” e suprir a lacuna que existe entre a atenção básica e a alta complexidade, sobretudo nos municípios menores e mais distantes dos grandes centros.

O prefeito de Jacobina, Luciano Pinheiro, que presidente o Consórcio do Piemonte da Diamantina, destaca a importância dos consórcios para contribuir numa melhor gestão dos recursos públicos, principalmente, numa região como Jacobina que é carente de serviços essenciais na área de saúde.

Consórcios – A partir da formalização dos consórcios entre os municípios, serão construídas as policlínicas com até 13 especialidades, 32 serviços de apoio diagnóstico, equipamentos, tais como tomógrafo, ressonância magnética, mamógrafo, além de realizar pequenas cirurgias. Diferente do que ocorre atualmente, o objetivo é que as pessoas não precisem mais se deslocar para a capital a fim de realizar consultas e exames, visto que os mesmos estariam disponíveis nas diversas regiões do estado. O estado vai co-financiar até 40% da manutenção, enquanto os municípios consorciados irão ratear o restante, um total de cerca de R$ 700 mil. A unidade contará com todos os equipamentos para funcionar numa cidade-sede da região. Uma policlínica padrão deve atender uma região de 500 mil pessoas.

Os municípios, por sua vez, têm que garantir o funcionamento de seus postos de saúde, UPAs e hospitais, sendo os pacientes mandados para as policlínicas só após passarem por um médico em seu município. Os municípios consorciados podem escolher os tipos de serviços, exames e especialidades médicas a serem oferecidos nas policlínicas a exemplo de tomografia, radiologia e biópsia, além de poderem oferecer deslocamento entre as cidades consorciadas e a cidade-sede da policlínica.

Fonte: Jacobina 24 Horas

Comentários:


ATENÇÃO: Os comentários são de total responsabilidade dos autores e representam a opinião pessoal de cada leitor. O Jacobina Notícias poderá retirar, sem aviso prévio, comentários ofensivos ou com xingamentos.