Header Ads

Bolsonaro deixa unidade semi-intensiva e vai para apartamento em hospital


O Hospital Albert Einstein informou nesta segunda-feira, 11, por meio de um novo boletim médico, que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) teve alta da Unidade de Terapia Semi-intensiva na manhã de hoje e foi transferido a um apartamento no hospital. Bolsonaro está internado no Albert Einstein desde o dia 28 de janeiro, quando foi submetido a uma cirurgia para retirada da bolsa de colostomia que ele usava desde que sofreu um atentado a faca, em setembro.

Segundo a equipe médica do hospital, o presidente “evoluiu com melhora clínica progressiva” e “não apresenta dor, febre e segue com melhora do quadro pulmonar”. Na última quinta-feira, 7, os médicos haviam detectado uma pneumonia em Bolsonaro, que passou a tomar antibióticos. O informe de hoje não cita este tipo de medicamento.

Ainda conforme o boletim médico, assinado pelo cirurgião Antônio Luiz Macedo, o clínico e cardiologista Leandro Echenique e o diretor superintendente do hospital, Miguel Cendoroglo, foi suspensa a nutrição parenteral, isto é, com sonda na veia, “introduzida dieta leve e mantido o suplemento nutricional”.

Como medidas para prevenir tromboses, o presidente segue fazendo exercícios respiratórios, de fortalecimento muscular e períodos de caminhada fora do quarto. Por ordem médica, as visitas a Jair Bolsonaro seguem restritas. O boletim não informa data para alta. Clique aqui e veja o boletim médico.

Fonte: VEJA