Header Ads

Combustível no aeroporto de Brasília acaba e voos são cancelados


O Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, informou que as reservas de combustível se esgotaram na manhã desta sexta-feira (25). Com isso, aviões que pousarem no terminal aéreo e que necessitem de abastecimento ficarão em solo até o fornecimento de combustível no aeroporto ser normalizado. A informação é da Inframérica, concessionária que administra o aeroporto.

Segundo a concessionária, por conta do racionamento de combustível, a companhia aérea American Airlines cancelou de forma preventiva o voo que vinha de Miami e que pousaria no aeroporto de Brasília às 7h35. Com isso, automaticamente, o voo AAL214 que partiria da capital às 21h55 também acabou cancelado.

Além dos voos internacionais, também houve cancelamento nas viagens domésticas. Foram cancelados o voo Gol 1718 (para Teresina), voo Latam 3705 (para Congonhas) e voo Azul 2926 (para Guarulhos).

Segundo a Inframerica, estes são os primeiros cancelamentos decorrentes da restrição na oferta de combustível no Aeroporto de Brasília em quatro dias. Para a concessionária, as medidas de contingenciamento em conjunto com as companhias aéreas retardaram os impactos operacionais.

Ainda assim, a concessionária informa, em nota, que "é fundamental a liberação dos caminhões bloqueados no protesto de motoristas para regularizar o atendimento e as operações no aeródromo".

Durante a paralisação desta semana, apenas dez caminhões chegaram ao aeroporto, todos sob escolta policial. Em geral, o terminal costuma receber uma média de 20 caminhões por dia.Até as 8h da manhã desta sexta-feira (25), não havia registro de entrada de novos caminhões no terminal.

A orientação é que, antes de vir ao aeroporto, passageiros busquem informações com sua companhia aérea. A empresa diz que equipes de atendimento estão sendo reforçadas para atender aos usuários.

A concessionária informa ainda que não há previsão de regularização do estoque de combustível e que aguarda a liberação dos caminhões. 

Com informações da Folhapress

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias respeita totalmente seu direito fundamental à liberdade de expressão, sinta-se a vontade. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos sem aviso prévio.
Tecnologia do Blogger.