Header Ads

Ministro da Saúde teria liberado verbas da Caixa para negócio do filho


O atual ministro da Saúde, Gilberto Occhi, teria liberado verbas da Caixa para a compra de uma casa lotéria para o filho e o enteado em Alagoas quando era superintendente nacional de Gestão do banco no Nordeste. As informações constam em investigações internas da entidade, segundo o jornal Folha de S. Paulo.

O montante do banco foi transferido a uma prefeitura local e, depois, por meio da triangulação com um fornecedor, destinado à conta de uma das lotéricas negociadas por Gustavo Occhi, lho do ministro, e Diogo Andrade dos Santos, filho da mulher dele. O depósito foi de R$ 200 mil, de acordo com a investigação.

Gustavo e Diogo conseguiram concessões para explorar três casas no estado em 2011, localizadas nos municípios de Atalaia, Coqueiro Seco e Satuba. As lotéricas foram vendidas pelos parentes do ministro em janeiro de 2013.

Em nota, o ministro da Saúde afirmou que a licitação para as lotéricas em Alagoas “respeitou toda a legislação vigente à época”.

O enteado do ministro, Diogo Andrade, disse que não vai comentar o caso. Estou ocupado, não estou podendo falar, não”, declarou. “Desconheço desse negócio aí, não tenho nada a declarar”, afirmou.

A Caixa informou que as investigações "continuam em andamento a partir de apontamentos realizados por auditorias e órgãos de controle”.

Com informações do Notícias ao Minuto

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias não se responsabiliza pelas opiniões expostas aqui. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos.
Tecnologia do Blogger.