Header Ads

Motorista de escolar é morto a tiros no Tombador, em Jacobina; alunos pularam do ônibus


O motorista de um ônibus escolar, identificado como Alexandro de Almeida Góes, conhecido como Alex, de 43 anos, foi assassinado a tiros no final da tarde desta quinta-feira (8), enquanto dirigia pela BR-324, região da Serra do Tombador, em Jacobina. Segundo contaram populares, Alex levava alunos no momento em que foi atingido por um tiro, com o ônibus ainda em movimento. Ferido, ele acabou não conseguindo controlar o veículo e os criminosos disparam pelo menos outras três vezes contra ele, à queima-roupa.

O crime aconteceu próximo à localidade conhecida como '17'. Dois homens a bordo de uma moto seriam os autores dos disparos que atingiram Alex. Após perder o controle do ônibus, ele colidiu em uma mureta. Foi quando os atiradores se aproximaram e continuaram os disparos. Em choque por conta da cena, os alunos saltaram do ônibus, alguns com o veículo ainda em movimento, e correram.

"Os caras deu um tiro e ele perdeu o controle do ônibus, soltou o freio. Aí os meninos [alunos] tudo pulou [do ônibus]. Depois que os meninos pularam, o ônibus bateu em um muro, e depois que bateu os meninos correram todos. Aí os caras voltaram e deram três tiros nele, na cabeça, e matou o motorista", contou a mulher que é mãe de um dos alunos.

Alex era ex-gerente de uma empresa de transportes em Jacobina. Depois de deixar a empresa, ele abriu seu próprio negócio e, recentemente, também passou a trabalhar com ônibus. Ele residia no bairro Nazaré, onde era muito conhecido.

A motivação e autoria do crime são desconhecidas até o momento. O corpo dele foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Jacobina. A Polícia Civil vai investigar o assassinato.

Motoristas fazem paralisação

A empresa de transportes Piemonte da Chapada lamentou, em nota divulgada na noite desta quinta, a morte de Alex e informou que fará uma paralisação nesta sexta-feira (10) em Jacobina.

"A família Piemonte da Chapada, sem palavras para externar seus sentimentos por essa brutalidade, que tirou a vida de um parceiro e colaborador, compartilha com todos os motoristas do Transporte Escolar a perda e luto. Amanhã daremos nosso último adeus ao amigo Alex, não haverá trabalho. A família, nossos sentimentos de pesar", diz a nota.

Fonte: Jacobina Notícias