Franquias crescem cada vez mais no Brasil; por José Antonio Valois

Na contramão de muitos setores, as franquias têm apresentado um crescimento bastante positivo. Em 2018, esse mercado movimentou R$ 174,8 bilhões, um avanço de 7,1% em relação ao ano anterior.

Atualmente são mais de 2900 redes de franquias totalizando, 153,7 mil unidades franqueadas.

Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a taxa de mortalidade de franquias são menores se comparadas com negócios próprios. Em dez anos, 15% das franquias deixam de existir contra 75% dos negócios independentes. Isso também torna as franquias atrativas para quem quer empreender.

Mas afinal o que é franquia?

Franquia é cessão de uso da marca associada a distribuição exclusiva de produtos e/ou serviços daquela empresa mediante a taxa de franquia, royalties, taxa de marketing e respeito as regras da empresa franqueadora.

Caso você tenha interesse em obter uma franquia listei algumas vantagens e desvantagens para ajudá-lo:

Vantagens:

- Valor de investimento em publicidade/propaganda mais baixo em relação a uma marca própria. Na maioria das vezes a empresa franqueadora já é uma marca famosa.

- Compra coletiva. Negociação em rede. Isso aumenta o poder de barganha com os fornecedores deixando os produtos mais baratos para os franqueados.

- Menor risco devido ao acompanhamento constante da franqueadora. Treinamento, manuais e consultoria são uma constante. Afinal é de interesse da empresa franqueadora que seu negócio dê certo.

- Mais facilidade de obtenção de crédito. Devido ao Know How da franqueadora os bancos entendem que os riscos de insucesso são menores. Hoje já existem linhas de crédito específicas para franquias.

Desvantagens:

- Pagamento de Royalties, taxa de franquia, fundo de propaganda, etc. Muitas franqueadoras não têm um valor fixo e sim um percentual sobre o faturamento.

- Pouca ou nenhuma opção de fornecedores. Dependendo da franquia o empreendedor terá a franqueadora como única ou principal fornecedora.

- Atrelar o sucesso do empreendimento a rede de franquias. Se as outras unidades vão mal ou até mesmo se a reputação da marca sofrer algum dano, dificilmente seu negócio estará imune.

- O franqueado tem sua autonomia limitada, pois muitas vezes tem que consultar a franqueadora para realizar determinadas mudanças e inovações. Isso influência até mesmo na escolha do ponto.

Caso você esteja realmente interessado em ter uma franquia. Visite várias unidades da marca de seu interesse. Converse com outros franqueados, pergunte os pontos fortes e os pontos fracos. Ao entrar em contato com a Franqueadora peça a Circular de Oferta de Franquia (COF).

Recomendo que consulte um advogado para que você possa analisar os principais pontos que esse documento contém. Assim você poderá ter mais clareza caso o negócio se concretize e não tenha surpresas desagradáveis no futuro.

“Eu estou convencido de que metade do que separa os empreendedores bem-sucedidos dos não sucedidos é pura perseverança.” – Steve Jobs

Do autor: José Antonio Valois é Especialista em Administração e Marketing Esportivo. Sugestões de pauta, dúvidas e/ou críticas envie um e-mail para javalois@hotmail.com