Vanderlei Luxemburgo é diagnosticado com câncer de pele


O treinador Vanderlei Luxemburgo foi diagnosticado com câncer de pele. O comandante vascaíno havia se ausentado há cerca de duas semanas para ser submetido a uma biópsia há duas semanas para avaliar manchas que surgiram na região do nariz.

Nesta quinta-feira, 21, Luxemburgo chegou a não participar do treinamento da equipe carioca, no CT do Almirante, pois estava em São Paulo sendo examinado pelo seu médico. Segundo informações do site Uol, ele agendará uma pequena cirurgia para realizar um processo de raspagem na pele onde há um tumor.

Apesar da ausência no último treino, o comandante participou normalmente das atividades desta sexta, 22, e, a princípio deverá manter sua rotina perante a agenda do clube até que seja realizado o procedimento cirúrgico. Ainda de acordo com o Uol, pessoas próximas ao técnico informaram que o caso não é dos mais graves.

Toda a semana o comandante costuma gravar um vídeo para a Vasco TV onde ele faz um resumo da semana. No entanto, na última quarta-feira, 13 de novembro, Luxemburgo justificou a sua ausência na semana anterior alegando que precisou realizar uma biopsia para a retirada de umas 'manchas que apareceram em seu corpo'.

"Pessoal da TV Vasco, não teve analise da semana porque eu fiz uma biópsia e deu uma inchada no nariz. Tinha umas manchas aqui que tirei. Não fiz a gravação por conta disso. Importante é que tivemos uma grande vitória (contra CSA) e ficamos mais distantes da zona de baixo. Então, quero mandar um abraço a vocês, contamos com vocês, e dizer que só não gravei porque estava meio caído. Tomara que na biópsia não venha nada. Deus é bom e não vai aparecer nada", falou o técnico.

A Tarde