Caixa recebe pedido de auxílio emergencial em nome de Marcola, líder do PCC


Dentre os milhares de pedidos de autorização para recebimento do auxílio emergencial de R$ 600, criado para garantir renda à famílias durante a pandemia, um foi cadastrado em nome de Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola. Considerado um dos homens mais perigosos do país, Marcola, apontado como líder da facção Primeiro Comando da Capital (PCC), cumpre pena no Presídio  Federal de Brasília. A informação é do portal Metrópoles.

Segundo a reportagem, o nome de Marcola permaneceu na base de análise até a manhã desta quinta-feira (25) no site da Caixa Econômica Federal. Somente após a Dataprev ter sido acionada pelo Metrópoles, o requerimento foi retirado.

A Dataprev disse que o CPF em questão “já está na blacklist do seu banco de dados, assim como outros informados pelo Depen [Departamento Penitenciário Federal]”. Às 13h, a reportagem consultou o cadastro novamente e constava que o “requerimento estava retido para processamento adicional”.