Header Ads

Jacobina: Polícia Civil deflagra operação 'Amanhecer Legal' no distrito do Junco

Policiais Civis da 16ª Coorpin, sob a Coordenação dos delegados Eduardo Brito e Manuela Rodrigues, deflagraram, na manhã desta sexta-feira, 15, a Operação 'Amanhecer Legal' Etapa Junco, em Jacobina. O nome é alusivo a retomada da tranquilidade nos distritos e povoados, e o combate ao tráfico de drogas, no município de Jacobina.



A operação que foi deflagrada por volta das 6 hs da manhã, teve como alvo e em cumprimento de mandado de busca e apreenção,a pessoa de Antônio Varela Souza 32 anos, Vulgo “Galego”, o mesmo foi preso em flagrante após  perceber a chegada da polícia onde tentava pular o muro dos fundos da sua residência, situada a Rua Guanabara s/n no Distrito do Junco.



ARMAS, DROGAS E CARRO FORAM APREENDIDOS

Galego estava portando uma pistola calibre .40, com 2 carregadores e 27 munições intactas. Também foi encontrado em uma bolsa tipo mochila em sua posse , 148 papelotes de maconha, 2 tabletes de maconha prensado, 1 revolver calibre 32, 466 pinos vazios para a embalagem de Cocaína,  2 pinos de cocaína cheio, 1 balança de precisão, e foi aprendido  1  veículo Golf de cor prata .



Segundo a delegada Manuela Rodrigues, as investigações começaram há 4 meses. Neste período, foi feito todo o acompanhamento e a movimentação de Galego, como de seus parceiros. Após relatórios de investigação, foi solicitado o mandado de busca e apreensão na residência do acusado e, no dia de hoje, foi preso em flagrante delito confirmando materialmente o que as investigações apontavam, o tráfico de entorpecentes. Segundo o delegado Eduardo Brito, as operações de combate ao tráfico de drogas continuarão diuturnamente,  na sede do município, em povoados, distritos e em todas as cidades que compõem a 16ª Coopin. "Já sabemos que 90% dos crimes são cometidos por consequência do tráfico de drogas. Desta forma, outras investigações já estão em curso e outras operações poderão ser deflagradas no combate a este tipo de delito", disse o delegado.


Após a prisão, Galego foi conduzido ao Complexo Policial de Jacobina, junto com todo o material aprendido. Ele foi apresentado ao delegado plantonista, Dr. Damião Gomes de Lacerda, e autuado em flagrante, sendo enquadrado nos crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de arma e de munição de uso restrito. Ele permanecera preso à disposição da Justiça.


Fonte: 16ª Coorpin

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias não se responsabiliza pelas opiniões expostas aqui. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos.
Tecnologia do Blogger.