Header Ads

ONU pede fim do embargo de Cuba; EUA e Israel votam contra

A Assembleia Geral da ONU aprovou, pela vigésima sexta vez, uma resolução sobre a necessidade de derrubar o embargo econômico, comercial e financeiro dos EUA contra Cuba, que está vigente há 55 anos. Promovida por Cuba, a resolução teve o voto favorável de 191 países. Somente os EUA e Israel votaram contra o fim do bloqueio.



"A Assembléia Geral da ONU exorta novamente os Estados em que tais leis e medidas existem e continuam a ser aplicadas, a tomar as providências necessárias para abolir ou cancelar tais ações o mais rápido possível", diz a resolução.


Os Estados Unidos votaram contra essa resolução de forma consistente por 24 anos, mas em 2016 se absteve pela primeira vez em um momento em que Washington e Havana procuravam um relacionamento melhor depois da reabertura de suas embaixadas no ano anterior.


Mas as tensões aumentaram recentemente entre os países. Trump disse no início deste mês que ele acreditava que Havana teria sido responsável por uma série de incidentes que, segundo Washington, afetaram 24 de seus diplomatas.


Diplomatas americanos teriam apresentado problemas de saúde na capital cubana de dezembro do ano passado até agosto, de acordo com o Departamento de Estado. Cuba está cooperando com as autoridades para determinar as causas do incidente e Tillerson afirmou se tratar de "uma questão muito séria".


Com informações do Sputnik News

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias não se responsabiliza pelas opiniões expostas aqui. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos.
Tecnologia do Blogger.