Header Ads

Diretor do Hospital Municipal de Jacobina diz que não houve erro médico; bebê morreu na barriga da mãe


Nesta sexta-feira, 23, o diretor do Hospital Antônio Teixeira Sobrinho, Dr. Everson Matt, falou sobre o fato que envolve a paciente Mariclea Araújo de Oliveira Santos, de 29 anos.

Dr. Everton disse que, de acordo com os relatórios, a paciente esteve na unidade no dia 14 de fevereiro, onde foi avaliada pelo Dr. Gileno, que prescreveu 37 semanas de gestação, liberando-a para casa. Já no dia 19, Mariclea retornou ao hospital onde foi atendida pelo Dr. Péricles, o mesmo solicitou uma ultrassonografia confirmando o feto vivo, líquido normal e gestação 37 semanas e 5 dias, data que contra indicava a necessidade da realização de parto. Já na noite desta quinta-feira, 22, o óbito do bebê  foi confirmado na barriga da mãe pelo Dr. Ricardo. 

A família relatou ao site Bahia Acontece, que passou 15 dias levando Mariclea para o hospital sentido dores e que o parto havia sido marcado para o dia 14, dentro do prazo do pré-natal, feito no Posto de Saúde de Novo Paraíso, onde a mesma mora com o marido Sandro Oliveira. 

Dr. Everson descarta a hipótese de erro médico por parte de sua equipe do HMATS e que o parto estava dentro do esperado. Disse ainda que não tem como acompanhar a evolução de gestantes durante o seu repouso em casa, onde as vezes ocorrem traumas, como um susto, uma complicação não notada pela mãe. 

Pra finalizar, Dr. Everson Matt disse que a imprensa errou em não ter procurado ouvir a direção do hospital antes da veiculação do fato, pois o Antônio Teixeira Sobrinho tem um histórico de bons serviços prestados para o povo.

Fonte: Augusto Urgente

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias não se responsabiliza pelas opiniões expostas aqui. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos.
Tecnologia do Blogger.