Header Ads

Inteligência artificial da Google quer prever morte de pacientes


Um sistema de inteligência artificial da Google está sendo preparado para prever a morte de pacientes em hospitais. O estudo vai analisar a deterioração de pessoas internadas em condições críticas, além de dados de mais de mais de 700 mil históricos médicos.

Como explica o TecMundo, o objetivo do projeto é minimizar a possibilidade de erros médicos usando computadores poderosos com capacidades de deep learning.

A publicação explica que atualmente os cuidados com pacientes em estado grade envolvem plantões de médicos e enfermeiros. Como eles não ficam à disposição de um único paciente em tempo integral, são auxiliados por aparelhos que podem indicar uma piora no quadro.

A inteligência artificial da DeepMind, adquirida pela Google em 2014, deve ser capaz de compreender o processo e prever quando o paciente vai precisar de cuidados extras, diminuindo erros humanos, que é a terceira maior causa de morte em hospital nos Estados Unidos.

Na fase inicial do projeto, a inteligência artificial será especializada em um único problema de saúde. "Estamos nos concentrando na insuficiência renal aguda, um dos problemas mais comuns associados à deterioração do paciente", explica uma postagem no blog da DeepMind.

Saúde ao Minuto

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias não se responsabiliza pelas opiniões expostas aqui. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos.
Tecnologia do Blogger.