Header Ads

Bahia cai diante do Náutico e perde chance de encaminhar vaga no Nordestão


Relembrando o futebol que desanimou o torcedor tricolor no início da temporada, o Bahia perdeu por 1 a 0 para o Náutico na tarde deste sábado, 10, e desperdiçou a chance de encaminhar vaga à segunda fase do Copa do Nordeste, além de afundar o adversário na lanterna do Grupo C.

O único gol da partida foi marcado por Robinho, ainda no primeiro tempo, após vacilo do zagueiro Tiago. No segundo tempo, com a entrada de Júnior Brumado, o Esquadrão melhorou, chegou a assustar a meta do Timbu, mas não conseguiu mudar o placar.

Veja o gol


A próxima partida do Bahia será no próximo domingo, 18, às 16h, pela semifinal do Campeonato Baiano, contra a Juazeirense, em Juazeiro. Na Copa do Nordeste, o time volta a campo dia 20 (terça-feira), diante do Altos, na Arena Fonte Nova.

O jogo

Empolgado pela goleada diante do Jequié pelo Baianão, a equipe do técnico Guto Ferreira entrou em campo impondo o ritmo diante do Náutico e assustou logo aos 4 minutos com Vinicius. E parou por aí.

O Timbu conseguiu equilibrar as ações e, aos 10 minutos, abriu o marcador após falha do zagueiro Tiago. Kevyn cruzou da esquerda, Ortigoza tentou dominar e, no desarme, o defensor tricolor 'ajeitou' para Robinho, que girou e acertou o canto do goleiro Douglas: 1 a 0.

Sem criatividade, o Bahia não conseguiu mais colocar o arqueiro do Náutico para trabalhar. Com isso, foi o time pernambucano que criou e as melhores oportunidades de ampliar o placar.

Na volta do intervalo, Guto Ferreira identificou os problemas ofensivos do Bahia e colocou o jovem Júnior Brumado e Élber, nos lugares de Kayke e Élton.

A mudança surtiu efeito e, logo aos 30 segundos, após lançamento de Léo, Brumado dominou, driblou o zagueiro e chutou para a defesa de Bruno. No rebote, Edigar Junio ajeitou para Zé Rafael, que obrigou o goleiro a fazer nova defesa.

Os lances assustaram o Náutico, que apostou na tática de sair em contra-ataque. Em um deles, Wallace Pernambucano, aos 14 minutos, chutou para a defesa de Douglas. No lance seguinte, aos 17, a zaga do Bahia errou durante bola parada, o zagueiro Camuntanga chutou, mas o arqueiro do Esquadrão fez nova intervenção.

O Bahia só voltou a finalizar aos 24 minutos. Vinicius conseguiu cruzar na cabeça de Élber, mas o atacante finalizou mal, em cima do zagueiro. A melhor chance do Tricolor apareceu aos 37 minutos. Em novo cruzamento de Vinícius, Brumado cabeceou sozinho e o goleiro Bruno fez uma defesa incrível, impedindo o empate.

Os minutos finais da partida tornaram-se um treino de ataque contra defesa. Apesar da maior posse de bola, o Bahia voltou a barrar na falta de criatividade e apostava em lançamentos para a área. Todos sem sucesso.

A Tarde

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias respeita totalmente seu direito fundamental à liberdade de expressão, sinta-se a vontade. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos sem aviso prévio.
Tecnologia do Blogger.