Header Ads

Mais de 30 kg de explosivos são neutralizados após ataque em Eunápolis


Mais de 30 kg de explosivos, que foram deixados por uma quadrilha após uma tentativa de assalto a uma unidade da empresa de segurança de valores Prosegur, na madrugada desta terça-feira, 6, em Eunápolis (distante a 643 km de Salvador), no extremo sul da Bahia, foram neutralizados, à tarde, pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope).

Em nota, a Polícia Militar (PM-BA) informou no início da noite que os artefatos foram encontrados nos escombros, depois da explosão na empresa, em mochilas espalhadas pela cidade. Os materiais foram recolhidos, sendo uma parte encaminhada para a perícia técnica e o restante destruído em um local seguro.

Na ação criminosa, que aconteceu por volta das 23h30 da segunda, 5, na rua Doutor Gravatá, um vigilante da empresa foi morto a tiros e, ao menos, quatro outros funcionários da empresa ficaram feridos. Com impacto da explosão, a entrada da Prosegur ficou destruída e lojas vizinhas também tiveram as vitrines quebradas. Os bandidos não conseguiram levar o dinheiro do cofre.

Ainda segundo a PM, o Bope permanecerá na região para auxiliar nas buscas aos suspeitos. Até a noite desta terça, ninguém havia sido preso.

Ação articulada

Cerca de 40 homens armados participaram da ação criminosa contra a empresa de transporte de valores. Os criminosos, todos com fuzis, metralhadoras e explosivos, bloquearam as principais vias de acesso do município. 

Eles atearam fogo em diversos veículos, sendo que um deles foi na frente do quartel da Companhia Independente de Policiamento Especializado Mata Atlântica (CIPE-MA), o que impossibilitou a saída dos militares.

Os bandidos ainda atravessaram uma carreta em um trecho da BR-101, perto de um posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF). A ação só terminou por volta de 1h da madrugada desta terça.

Conforme a polícia, a quadrilha, que estava em diversos pontos da cidade, conseguiu fugir após o ataque. Os feridos foram encaminhados para o Hospital Regional de Eunápolis.

Por meio de nota, a empresa informou que nenhuma quantia foi roubada. A Prosegur afirmou que o ataque à sede foi frustrado graças aos sistemas de segurança instalados que tornaram inviáveis o acesso ao dinheiro.

A empresa também lamentou a morte do vigilante e disse esperar que as autoridades se mobilizem de forma conjunta para conter ataques como este.

A Tarde

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias respeita totalmente seu direito fundamental à liberdade de expressão, sinta-se a vontade. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos sem aviso prévio.
Tecnologia do Blogger.