Header Ads

Brasileiros fazem dobradinha na Maratona de SP e encerram domínio queniano


O Brasil fez a dobradinha e venceu na manhã deste domingo a Maratona Internacional de São Paulo no masculino e no feminino. Solonei da Silva completou a prova em 2h15min59 e se tornou o primeiro bicampeão do País na competição. Andréia Hessel fez o percurso de 42 quilômetros em 2h40min02.

O resultado colocou fim ao domínio dos quenianos na Maratona de SP. O país africano foi o vencedor das cinco últimas edições no masculino e quatro, no feminino. Curiosamente, o último brasileiro a vencer a prova foi Solonei.

O atleta de 35 anos havia sido o mais rápido na edição de 2012. Solonei também é medalhista de ouro na maratona nos Jogos pan-americanos de Guadalajara de 2011. Ao terminar a prova, ele falou sobre as dificuldades de se manter no atletismo.

"Foi muito difícil. Poucos sabem, mas tive que passar por uma cirurgia no ano passado e fiquei quatro meses sem correr. Fui treinar na Colômbia, na altitude, longe da minha família. O atletismo é difícil, estamos passando por um momento com poucos patrocinadores. Mas a gente continua se dedicando", disse.

A primeira colocação de Andréia colocou fim ao jejum de oito anos sem a vitória de uma brasileira na prova. "Foi muito treino e muita concentração durante a prova inteira. É minha quarta maratona e a que entrei mais focada", comentou. 

No masculino, o segundo lugar também ficou com o Brasil, com Wellington Bezerra (2h16min03s). O queniano Godofrey Kosgei fechou o pódio no masculino(2h16min37). No feminino, a etíope Shewaye Woldemeskel ficou em segundo lugar com o tempo de 2h41min30 e a brasileira Valdilene Silva (2h42min33) garantiu o bronze.

Estadão Conteúdo

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias não se responsabiliza pelas opiniões expostas aqui. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos.
Tecnologia do Blogger.