Header Ads

Sobe para 6 o número de desaparecidos em queda de prédio


Artur Hector de Paula, de 45 anos, é o sexto desaparecido depois do desabamento do edifício Wilton Paes de Almeida, no Largo do Paissandu, região central de São Paulo, no último dia 1º. O Corpo de Bombeiros confirmou nesta segunda-feira (7) o desaparecimento do vendedor ambulante, após a notificação feita pela tia dele.

De acordo com o UOL, o homem morava no sexto andar do prédio. Sobreviventes da tragédia afirmam que ele havia subido pouco depois da meia-noite para o quarto em que residia. O incêndio teve início por volta da 1h40, e, desde então, o ambulante não foi mais localizado por conhecidos, amigos e familiares.

Além dele, também são considerados desaparecidos a moradora Selma Almeida da Silva e os filhos gêmeos, Welder e Wender, e o casal Eva Barbosa Lima e Walmir Souza Santos.

A auxiliar de limpeza Irani de Paula, de 55 anos, contou que mal tem dormido desde que começou a busca pelo sobrinho.

"Fui até ao pior lugar aonde poderia ter ido atrás do meu sobrinho. Fui à cracolândia, na Luz, ainda que eu soubesse que ele não estaria mesmo lá. Andei dois dias atrás dele, saí de lá fedendo xixi e cocô. É muito triste a situação daquelas pessoas", diz Irani. "Fui em abrigos, andei por debaixo de viadutos, e nada", relatou a parente.

Sem grandes esperanças de ainda encontrar Artur com vida, a mulher desabafou: "Sinto que meu menino não está mais nesse mundo. Fico muito triste porque meu irmão, o pai dele, está desesperado em busca de notícias do filho lá em Belo Horizonte. Ele tem 72 anos".

As equipes de busca já localizaram o corpo de um dos moradores, Ricardo Galvão Pinheiro, que caiu junto com o prédio pouco antes de ser salvo por um bombeiro. O corpo dele foi encontrado no final da manhã da última sexta (4).

Com informações do Notícias ao Minuto

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias respeita totalmente seu direito fundamental à liberdade de expressão, sinta-se a vontade. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos sem aviso prévio.
Tecnologia do Blogger.