Header Ads

Bahia empata com Ceará e se garante na final do Nordestão


Não foi brilhante, mas o Bahia conquistou na noite desta terça-feira, 26, a vaga na final da Copa do Nordeste, ao empatar em 0 a 0 com o Ceará, na Arena Fonte Nova. O Esquadrão se beneficiou do triunfo obtido semana passada, ao vencer o time cearense por 1 a 0 no jogo de ida.

Agora, o Bahia aguarda a definição do adversário na final da competição, que sairá do jogo desta quinta, 28, entre ABC e Sampaio Corrêa, no Frasqueirão, em Natal. Na primeira partida, no Maranhão, o Sampaio venceu por 1 a 0.

As finais do Nordestão estão marcadas para os dias 3 e 10 de julho. Se o ABC avançar, fará o segundo jogo em casa. Caso o Sampaio passe, o Bahia decide o título em Salvador.

Estreia na Fonte

Em sua primeira partida como técnico do Bahia na Fonte Nova, Enderson Moreira preferiu iniciar o jogo com uma formação sem centroavante, com Élber e Régis jogando mais avançados.

Precisando do resultado, o time cearense começou com uma postura ofensiva. A primeira boa chance foi do Ceará, aos 16 minutos. Felipe Jonatan cruzou para Douglas Coutinho, que tocou de cabeça, com a bola passando perto da meta de Anderson.

A resposta do Esquadrão veio aos 22 minutos. Régis cruzou na área e a bola caiu no pé de Mena, que chutou forte, forçando Everson a fazer uma boa defesa.

Quando o Bahia começou a aparecer mais na frente, o Ceará apostou em jogadas de contra-ataque. Aos 27 minutos, Luidy ganhou na corrida da defesa Tricolor e tocou rasteiro para Douglas Coutinho, que finalizou mal e colocou para fora.

O time cearense ainda teve outra oportunidade, aos 42 minutos, em cruzamento que Elton tocou de cabeça para Anderson, bem colocado, defender.

Mesmo acabando o primeiro tempo com um resultado favorável, o Bahia saiu muito vaiado pela torcida, ao ver o péssimo futebol apresentado contra o atual lanterna do Brasileirão.

Na virada para o segundo tempo, Enderson foi obrigado a tirar Élber, que sentiu o tornozelo, e colocar Allione, buscando dar mais qualidade no setor ofensivo.

Aos 15 minutos, o treinador Tricolor teve que fazer outra substituição por contusão: em uma dividida, Elton sentiu e acabou saindo para a entrada de Edson.

O jogo corria tenso: apesar de o Ceará assustar pouco, qualquer gol levaria o jogo para os pênaltis.

Aos 18 minutos, veio o primeiro lance perigoso da segunda etapa. Após cruzamento na área do Ceará, o zagueiro Tiago desviou a bola, mas acabou tocando para fora.

Dez minutos depois, aos 28, os jogadores do Bahia reclamaram de um pênalti em cima de Mena, mas o juiz corretamente mandou o jogo seguir.

No final do jogo, o Ceará tentou, mais na pressão do que em jogadas perigosas, entretanto não conseguiu marcar. Após o fim da partida, o elenco Tricolor comemorou a vaga na final, mas teve que ouvir as vaias da torcida, indignada com o fraco desempenho da equipe.

F|onte: A Tarde

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias respeita totalmente seu direito fundamental à liberdade de expressão, sinta-se a vontade. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos sem aviso prévio.
Tecnologia do Blogger.