Header Ads

Bahia vence o Ceará e fica perto da final da Copa do Nordeste


Não foi uma noite de bom futebol, especialmente para uma partida disputada durante uma Copa do Mundo. Mas o triunfo por 1 a 0 obtido pelo Bahia, ontem, sobre o Ceará, deu ao Esquadrão uma grande vantagem para garantir uma vaga na final da Copa do Nordeste. Com o gol marcado por Élber, aos 17 minutos do segundo tempo, o Tricolor agora joga por um empate na partida de volta das semifinais do Nordestão nesta terça-feira (26), às 21h45, na Arena Fonte Nova, para avançar na competição.

Estreia de Enderson

Em sua estreia pelo Bahia, o técnico Enderson Moreira praticamente manteve a escalação do último jogo contra o Corinthians, apenas com duas substituições: o lateral chileno Mena, autor do gol do triunfo contra o Timão, no lugar de Élber, e Anderson no gol, assumindo a vaga do lesionado Douglas.

O primeiro lance de perigo foi do Ceará, aos três minutos, em uma falha de marcação de Nino Paraíba. Elton recebeu passe em profundidade e chutou cruzado, defendido por Anderson.

A resposta do Bahia só veio aos 11 minutos. Nino lançou para Mena dentro da área, que dominou no peito tirando do zagueiro, mas acabou esticando demais a bola e chutou em cima do goleiro Éverson.

Os dois times acabaram perdendo atletas machucados ainda na primeira etapa: no Bahia, Kayke sentiu e foi substituído por Élber. Já o Vozão perdeu o atacante Felipe Azevedo, que saiu para a entrada de Luidy.

Sonolento, o primeiro tempo continuou até o final sem grandes emoções contra os goleiros das duas equipes. Só nos acréscimos da primeira etapa que os times conseguiram criar algum lance perigoso na partida.

Aos 45, Élber invadiu a área e, mesmo com chance de chutar para o gol, preferiu tocar para Régis. O meia Tricolor acabou batendo mal e Éverson defendeu. Dois minutos depois, o Ceará quase marca em um vacilo de Anderson. O goleiro do Esquadrão tentou afastar um lançamento de cabeça, fora da área, mas tocou fraco e a bola parou nos pés de Luidy. O atacante cearense pegou o rebote, driblou Nino, mas acabou chutando para fora.

A segunda etapa iniciou com o Bahia melhor, pressionando o Ceará na defesa. Mas a equipe cearense foi se recuperando e assustou em dois lançamentos seguidos na área: aos nove minutos, com Elton chutando por cima, de dentro da área, e aos 11, com Luidy, que acertou a trave do goleiro Anderson.

Quando o Ceará começou a acreditar que estava melhor na partida, o Bahia marcou o gol, aos 17 minutos, em contra-ataque letal. A jogada iniciou com Gregore, que tocou para Zé Rafael. O meia Tricolor achou Régis dentro da área, que chutou rasteiro para Élber, de carrinho, empurrar para dentro, abrindo o placar na Arena Castelão.

Mesmo após o gol, a partida se manteve com pouca criatividade das equipes. Sabendo que precisava reverter o resultado negativo em casa, o Ceará continuou se lançando ao ataque. Aos 29 minutos, Pio cobrou falta de longe, mas com muito efeito. Bem colocado, Anderson conseguiu espalmar para escanteio e evitar o gol de empate.

A partida seguiu até o fim sob controle do Bahia, que mesmo sem apresentar um bom futebol, conseguiu o triunfo fora de casa. Já o Ceará deixou a partida sob muitas vaias da sua torcida.

Fonte: A Tarde

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias respeita totalmente seu direito fundamental à liberdade de expressão, sinta-se a vontade. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos sem aviso prévio.
Tecnologia do Blogger.