Header Ads

Policial Civil que atuou em Jacobina é preso acusado de forjar sequestro em Petrolina



A Polícia Civil (PC) de Petrolina desbaratou, ontem (17), um esquema criminoso evolvendo um falso sequestro com resgate de R$ 63 mil. A investigação teve início após a comunicação do suposto sequestro ocorrido na última quinta-feira (16), quando homens armados teriam levado a pessoa de Tathiany Suellen Silva Santos e a partir de então passaram a exigir da família dela a quantia em dinheiro para a liberação da vitima.

Após inúmeros contatos telefônicos entre a própria vítima e seu irmão (o pagador do resgate), os sequestradores determinaram que o mesmo se deslocasse até Juazeiro (BA), onde marcariam o local para a entrega do dinheiro e libertariam a vítima. Na ocasião, em local não informado pela PC, foi feito o cerco policial e, após o pagamento e resgate e liberação da mulher, os homens foram perseguidos pelas equipes policiais e abordados. Nesse momento, um deles sacou uma arma contra o policiamento, mas foi dominado e desarmado.

A partir de então, passaram a informar às equipes que na verdade o sequestro teria sido forjado por Tathiany, fato compravado através de mensagens de WhatsApp entre todos os envolvidos. Durante a abordagem, foi identificado como um dos sequestradores, o policial civil do Estado da Bahia, José Flávio Oliveira da Silva, lotado em Juazeiro e que também trabalhou na cidade de Jacobina, ambas no Norte da Bahia. Além de Tathiany e José Flávio, foram presos Ayron Maxsuel dos Santos e Israel Alexandre de Barros.


Foram apreendidos durante a operação uma pistola calibre .40 com quatro carregadores municiados, uma moto Honda C 100 Biz e o dinheiro pago como ‘prêmio’ do resgate. Após a formalização do auto de prisão em flagrante, os presos serão encaminhados à audiência de custódia do plantão judiciário de Petrolina, onde ficarão à disposição da Justiça. A operação foi coordenada pelos delegados Daniel Moreira e Gregório Ribeiro, da 214ª Delegacia de Petrolina.

Fonte: Blog Carlos Britto / Fotos: Polícia Civil de Pernambuco 

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias respeita totalmente seu direito fundamental à liberdade de expressão, sinta-se a vontade. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos sem aviso prévio.
Tecnologia do Blogger.