Header Ads

Justiça suspende propaganda de Marinho com participação de Lula


O TRE-SP (Tribunal Regional de São Paulo) concedeu decisão liminar neste sábado (1º) para retirar do ar propaganda eleitoral de Luiz Marinho (PT) ao governo de São Paulo. O pedido foi feito pelas coligações do governador Márcio França (PSB) e de João Doria (PSDB), devido à aparição do ex-presidente Lula na peça petista.

O juiz auxiliar da propaganda Afonso Celso da Silva considerou que o material traz Lula por tempo superior ao que permite a legislação eleitoral. Com isso, peças de rádio e TV ficam suspensas, sob pena de R$ 10 mil.

De acordo com a a representação da coligação São Paulo Confia e Avança, de França, parte importante da propaganda na TV foi narrada por Lula, sem a presença de Marinho. Por isso, seria ultrapassado o limite legal de 25% do total para apoiador.


A coligação Acelera SP, de Doria, afirmou que a propaganda eleitoral de rádio transmitida no dia 31 traz Lula por 30 segundos, enquanto Marinho ocupa apenas 25 segundos da inserção, também contrariando a lei.

Na peça de Marinho, Lula conta que conheceu o aliado em 1978 e destaca que o ex-ministro do Trabalho de seu governo foi quem propôs o aumento do salário mínimo. "Tenho certeza que você vai fazer a diferença no estado de São Paulo", diz o petista.

No horário dos candidatos à uma vaga na Assembleia legislativa, a voz de Lula aparece. "Vote nos deputados do nosso partido", afirma ao final da música que pede sua volta. 

Com informações da Folhapress

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias não se responsabiliza pelas opiniões expostas aqui. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos.
Tecnologia do Blogger.