Header Ads

Sai Cármen, entra Toffoli: Presidência do STF é alterada nesta quinta-feira


O ministro José Antonio Dias Toffoli, de 50 anos, assume nesta quinta-feira (13) a presidência do Supremo Tribunal Federal. Ao tomar posse, ele será o mais jovem presidente do STF na história.

A cerimônia que marca também a despedida de Cármen Lúcia do comando da corte está agendada para às 17h e acontecerá na sede do STF, em Brasília, Entre os convidados, estão o presidente Michel Temer, os presidentes da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Eunício Oliveira, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, além de ministros de tribunais superiores, estaduais e de contas, e governadores.

Além de comandar o Supremo, Toffoli acumulará o comando do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Como presidente do STF, Dias Toffoli irá definir a pauta de julgamentos da corte.

Formado em direito no ano de 1990 pela Faculdade do Largo de São Francisco, na Universidade de São Paulo, Dias Toffoli chegou ao Supremo em 2009 e foi indicado por Lula, que era presidente do Brasil na época.

Cármen Lúcia

Antes de se despedir da presidência do STF, a ministra Cármen Lúcia reuniu assessores no Supremo para um jantar e fez um desabafo, de acordo com a coluna “Painel”, da Folha. Ela agradeceu a todos pela dedicação e disse que sua gestão enfrentou “um momento muito difícil para o país”.


A ministra também avaliou que deixa o comando da corte com a sensação de dever cumprido. No entanto, de acordo com a mesma coluna citada acima, a passagem de Cármen não é tão bem vista por colegas, procuradores e políticos. Membros do MPF, por exemplo, dizem que ela não deixou legado e falhou na liderança.

Com informações do Notícias ao Minuto

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias respeita totalmente seu direito fundamental à liberdade de expressão, sinta-se a vontade. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos sem aviso prévio.
Tecnologia do Blogger.