Header Ads

Bolsonaro fala em respeito à Constituição e Haddad defende virada


A um dia das eleições, com a campanha finalizada, os candidatosJair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) se concentram no Rio de Janeiro e em São Paulo, comunicando-se com seus eleitores por meio das redes sociais. Enquanto o candidato do PSL falou em respeito à Constituição nacional de 1988, o petista falou em virada de porta em porta.

“A forma de mudarmos o Brasil será por meio da defesa das leis e da obediência à Constituição, Assim, novamente, ressaltamos que faremos tudo na forma da lei! Qualquer forma de diferenciação entre os brasileiros não pode ser admitida. Todo cidadão terá seus direitos preservados”, afirmou Jair Bolsonaro em sua conta de Twitter.

Na semana passada, um vídeo divulgado nas redes sociais mostrava seu filho, o deputado federal reeleito Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), falando que para fechar o STF bastaria um cabo e um soldado, o que gerou muitas críticas. Bolsonaro desautorizou o filho, que pediu desculpas depois.

“Todo cidadão, para gozar de seus plenos direitos, deve obedecer às leis e cumprir com seus deveres. Qualquer pessoa no território nacional, mesmo não sendo cidadã brasileira, tem direitos inalienáveis como ser humano, assim como tem o dever de obedecer as leis do Brasil”, completou o presidenciável.

Por outro lado, Fernando Haddad falou em uma virada para chegar ao Palácio do Planalto. De acordo com pesquisa Datafolha divulgada na quinta-feira, 25, a diferença entre os candidatos caiu de 18% para 12% dos votos válidos. Bolsonaro aparece com 56% das intenções de voto, enquanto Haddad tem 44%.

“Um dia para o resto de nossas vidas! Vamos com garra, energia e fé que a virada chegou. De porta em porta, olho no olho, com muita conversa e muito respeito. Nossa luta é dura e nossa causa é nobre. Amanhã vamos comemorar uma vitória histórica da verdade e da democracia!”, escreveu Fernando Haddad em seu Twitter.

Na sexta, ele pediu a virada de voto: “Bora virar voto.”

Correligionários de Haddad vem defendendo uma campanha pela virada nas ruas. Atores globais saíram às ruas na sexta-feira para conversar com eleitores sobre o voto de domingo.

O Datafolha ouviu 9.173 pessoas, entre os dias 24 e 25 de outubro, em pesquisa contratada pelo jornal Folha de S.Paulo e pela TV Globo. O levantamento tem margem de erro de dois pontos percentuais, para mais ou para menos, índice de confiança de 95% e foi registrado no TSE sob a identificação BR-05743/2018.

Rio e São Paulo

No Rio de Janeiro, Bolsonaro deve permanecer em sua casa, na Barra da Tijuca, como fez ao longo da campanha, e receberá correligionários e simpatizantes. Nas redes sociais, também é intensa sua participação.

Haddad está em São Paulo onde faz a chamada Caminhada pela Paz, em Heliópolis. Ele retornou à capital paulista, depois de passar por Recife, João Pessoa e Salvador nos últimos dias.

Nesta sexta-feira, os dois candidatos trocaram acusações e intensificaram as críticas mútuas. A polêmica em torno das fake news (notícias falsas) e sua e sua disseminação na internet e aplicativos ainda é intensa.

Veja | com Agência Brasil

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias não se responsabiliza pelas opiniões expostas aqui. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos.
Tecnologia do Blogger.