Header Ads

Ex-prefeito de Jacobina, Leopoldo Passos pode entregar o Regional ao governo da Bahia


Em entrevista ao radialista Geyder Gomes, da radio Jacobina FM, nesta quarta-feira, 05 de dezembro de 2018, o ex-vereador Ramon Santos disse ter ouvido do ex-prefeito Leopoldo Passos a afirmação de que ele estaria disposto a entregar a administração do Hospital Regional Vicentina Goulart ao governo do estado da Bahia.

A equipe do site TR AGORA e do jornal Tribuna Regional ouviu o ex-prefeito, por telefone, que concordou parcialmente com Ramon Santos. Aparentemente, o maior problema na resolução do impasse é questão do passivo trabalhista que o Regional tem com os funcionários. Isso leva a crer que, caso o governo do estado da Bahia venha a assumir o hospital, não se sabe se estaria disposto a assumir também esse passivo, ainda mais que aí deve pesar questões legais bastante importantes.

A novela da reabertura do Regional já rende muitos capítulos. É de conhecimento público que o ex-prefeito Rui Macedo não renovou o contrato com a AJA (Associação Jacobinense de Assistência), o que levou ao fechamento daquela unidade. A questão maior foi o valor estabelecido pelo gestor da época, considerado insuficiente pelo hospital, além de estabelecer condições quanto ao modelo de funcionamento. A gestão queria que o Regional diversificasse os seus serviços e que incluísse determinadas áreas de saúde ainda inexistentes no município, como, por exemplo, serviços de maternidade.

O ex-prefeito Leopoldo Passos disse, durante a conversa telefônica, que o hospital não tem débitos com fornecedores, exceção feita a certo débito com a Coelba, a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia, dívida que ele afirma ser questionável. Disse ainda que passa a administração do Regional não apenas para o governo da Bahia, mas, (palavras literais) “a qualquer ONG ou entidade sérios, de natureza privada ou pública, incluindo aí a prefeitura de Jacobina”.

O município detém o privilégio da gestão plena da saúde. Tem condições legais de municipalizar a gestão do Regional caso se consolide interesse de ambas as partes e haja viabilidade financeira e administrativa pelo município.

Membros da sociedade civil, capitaneados pelo movimento outrora denominado Jacobina Agoniza, já se mobilizam para encampar a luta, pressionando os entes envolvidos. De acordo com pessoas do movimento, é urgente a retomada da luta pela implantação de uma UTI em Jacobina, e o local mais indicado para sua instalação seria o Regional. O Movimento já está reunido e, em breves dias, buscará apoio da sociedade para que ajude a pressionar o Poder Público para rápida solução do impasse.

Segundo um membro do Movimento, “o município de Irecê já tem uma UTI instalada no hospital regional Mário Dourado Sobrinho, administrado pelas Obras Sociais Irmã Dulce, e sugerimos o mesmo formato de gestão para o Regional, já que o doutor Leopoldo Passos e a AJA concordam em entregar a gestão daquela casa de saúde”.

Fonte: Jornal Tribuna Regional

Comentários:

ATENÇÃO: Cada comentário representa a opinião pessoal do leitor. O Jacobina Notícias não se responsabiliza pelas opiniões expostas aqui. No entanto, comentários ofensivos ou com xingamentos podem ser removidos.
Tecnologia do Blogger.