Header Ads

Mulheres são vítimas de ladrões que usam carro e agem com violência em Jacobina


Ao menos quatro mulheres foram assaltadas em locais e horários diferentes, por dois homens que estavam a bordo de um carro, na região central de Jacobina. O que chama atenção é a forma violenta com que os criminosos agem, geralmente em dupla. As mulheres não souberam descrever com exatidão o carro usado nos crimes, mas seria um Palio ou Corsa Wind, na cor preta ou azul escuro. As vítimas, todas mulheres até o momento, contaram que a foram agredidas pelos meliantes.

Conforme relatou um agente da Guarda Municipal à redação do JN, uma das vítimas foi agredida com coronhadas de uma arma, socos no rosto e no tórax, para que entregasse dinheiro, celular e pertences, até os óculos de grau da jovem foi levado. Ela ainda se recupera das lesões sofridas no assalto. Uma outra mulher havia acabado de receber o salário da loja onde trabalha, no centro da cidade, quando foi abordada pelos criminosos, que anunciaram o assalto e levaram toda a quantia.

"A ação é sempre muito parecida. Eles usam um carro, mas podem ter feito vítimas a bordo de moto também. Os ladrões escolhem suas vítimas na rua, param o carro e um deles desce com muita violência para tomar qualquer coisa de valor, principalmente aparelhos celulares", contou o guarda municipal.

Miguel Calmon

Outras mulheres podem ter sido vítimas dos mesmos criminosos, tanto em Jacobina quanto na região, pois há relatos de crimes similares cometidos em Miguel Calmon. A cidade está localizada a 36 quilômetros de Jacobina, mas uma dupla cometeu assaltos utilizando o mesmo 'modus operandi' dos criminosos de Jacobina.

A polícia investigada os crimes para que os autores sejam identificados. Até o fechamento da matéria, nenhum suspeito havia sido preso.

Fonte: Jacobina Notícias

Veja também

0 Comentários