Header Ads

Bahia vence o Avaí por 1x0 pelo Brasileirão na Fonte Nova


A combinação entre o Bahia, seu torcedor e Roger Machado tem sido altamente positiva para o tricolor. A prova disso é que o Esquadrão embalou o seu quinto triunfo seguido em casa desde a chegada do treinador, ao bater o Avaí, por 1x0, na noite deste domingo (5), na Fonte Nova.

Além de voltar a vencer e manter o 100% dentro de casa no Brasileirão, o tricolor ainda ganhou quatro posições na tabela e fechou a rodada na quinta colocação, com seis pontos, dentro da zona pré-Libertadores.

Jogando em casa, o Bahia começou a partida no ataque. Explorando os espaços deixado pelo Avaí, o tricolor ia criando boas oportunidades para abrir o placar. Na bola enfiada por Ramires, a defesa do Avaí falhou e Artur saiu de cara. O atacante soltou a bomba, mas Vladimir mandou para escanteio. Depois foi a vez de Gilberto, em duas oportunidades, quase tirar o grito de gol da garganta tricolor.

Aos 23 minutos, Roger precisou fazer a primeira mudança. Arthur Caíke sentiu a coxa esquerda e saiu para a entrada de Rogério. Na primeira jogada, o camisa 90 recebeu Nino, invadiu a área e chutou forte, mas Vladimir voltou a salvar o Avaí.

O goleiro do Avaí só não foi feliz aos 39 minutos. Em novo erro da defesa avaiana, Artur recebeu livre, invadiu a área e chutou. Vladimir chegou a fazer a defesa no primeiro lance, mas no rebote o mesmo Artur mandou para as redes: 1x0. Antes do fim do primeiro tempo, o camisa 98 teve outra boa chance para ampliar o placar, mas chegou atrasado e, livre dentro da área, não conseguiu finalizar.

Jogo morno

Depois do amplo domínio do Bahia no primeiro tempo, o Avaí voltou do intervalo disposto a ser mais agressivo no ataque. Partindo para o abafa, o time catarinense chegou a balançar as redes, mas a arbitragem pegou impedimento de Getúlio. Quando colocou a bola no chão, o Bahia chegou com perigo. Artur descolou belo passe para Rogério, que achou Nino Paraíba entrando em velocidade. O lateral finalizou para fora, mas o árbitro viu um toque e marcou pênalti.

O árbitro de vídeo (VAR) entrou em ação e a arbitragem acabou voltando atrás e anulando, corretamente, a marcação do pênalti. Depois do lance a partida deu uma esfriada. Com menos espaço, o Bahia passou a ter mais dificuldades para passar pela defesa avaiana. 

Para tentar dar mais força ao meio-campo tricolor, Roger colocou Shaylon na vaga de Ramires. Mas foi o Avaí que chegou com perigo. Primeiro no chute de Pedro Castro que passou tirando tinta da trave de Douglas, e depois na cabeçada de Daniel Amorim que quase encobriu o goleiro tricolor.

Já nos minutos finais o Bahia voltou a aparecer no ataque. Douglas tocou, Gregore fez o corta-luz, Gilberto fintou o marcador e chutou forte, mas Vladimir fez um milagre e evitou o gol. Sem conseguir ser efetivo ofensivamente, restou ao Bahia administrar a vantagem e comemorar o triunfo. 

O próximo compromisso do Esquadrão será contra o Athletico-PR, no próximo domingo (12), às 19h, na Arena da Baixada, em Curitiba. 

Fonte: Correio