Header Ads

Serrolândia de luto: Morre o vice-prefeito Missa aos 46 anos


O vice-prefeito de Serrolândia, Ademilson Araujo Oliveira, chamado carinhosamente por Missa, faleceu na tarde desta segunda-feira, 20. Nascido em 24/02/1973, Missa morre de forma prematura, aos 46 anos, e deixa, sem dúvidas, muita saudade no coração de cada serrolandense.

Missa, um homem do bem e de bem, cidadão serrolandense, que dedicou boa parte de sua vida ao povo, não somente como político, mas como agente de mudança. Por onde andava 'mexia' positivamente com a vida das pessoas, sempre com boas ideias e olhar para o futuro. Missa despertava nas pessoas o interesse de serem melhores, de progredirem e de serem felizes. Amado pelas crianças, Missa se transformava em uma delas, quando visitava as escolas da sede e da zona rural. Era perceptível em seu olhar, o entusiasmo que vivia no meio da meninada.

Entre o homem do campo, e na condição de um homem da roça, como ele mesmo falava sobre si, estava sempre preocupado com a natureza, com os animais e com as famílias que vivem nas comunidades rurais, levando energia elétrica, água e, acima de tudo, conhecimento. O vice-prefeito apresentava alternativas de sobrevivência, de como cuidar melhor da lavoura, do rebanho e até mesmo das galinhas.

Missa deixa esposa e três filhas, mas, deixa também milhares de pessoas que o admirava, pessoas que o tinha como exemplo, que sonhavam os sonhos dele.

Ele sempre teve como marca de identidade física o seu peculiar bigode, mas na verdade, o que mais marcava em sua face era seu sorriso constante, que dificilmente era arrancado do seu semblante. Vivia de forma positiva, até mesmo nesses últimos dias de batalha contra o mal que arrancou a sua vida. Mas, com certeza, não o tirou a expressão de paz, porque acreditava no designo de Deus, inclusive ele mesmo falava: "estou sentido nesse processo, um chamamento de Deus, para que possamos refletir sobre as coisas da vida, e estar mais perto Dele". Missa até na dor ensinava como vencer.

Vida política

A convite de amigos, em 1999 se filiou ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). A proposta foi de criar um grupo político para enfrentar as forças que se revezavam no poder desde a emancipação política de Serrolândia.

Em 2000, o denominado 'Grupo Novo', lançou uma chapa tendo Junior Vilas Boas como candidato a prefeito. A majoritária não conseguiu êxito nas urnas, mas, na proporcional, a vereadora Elenita (PT) foi eleita e Missa ficou na suplência com 172 votos.

Em 2002, Elenita teve que se afastar por 60 dias para cuidar da saúde e Missa assume no momento em que se discutia o projeto de privatização da água, de autoria do executivo municipal. Na eleição de 2002, apoiou o candidato a deputado estadual Rui Macedo, que fez intervenção junto à Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), e conseguiu viabilizar um trator agrícola, que logo depois foi doado à associação do povoado de Boa Vista.

Em 2004, obteve 328 votos para vereador e meses depois rompeu com o grupo político por não concordar com o modelo de gestão. Na oposição, fez denúncias, apontou irregularidades e criou as condições para que o empresário da fabricação de bolsas, Gildo Mota, fosse candidato às eleições de 2008.

Em 2006, apoiou a candidatura de José Ricardo Requião (Cáca), ex-prefeito de Miguel Calmon, para deputado estadual. Em 2007, se filiou junto com Gildo Mota ao Partido Socialista Brasileiro – PSB. Em 2008, Missa foi reeleito com 07,57% dos votos válidos, sendo o vereador mais votado com 537 votos. Com a vitória de Gildo Mota e a maioria dos vereadores eleitos, Missa dirigiu a Câmara por dois mandatos, de 2009/2010 e 2011/2012, e foi o principal aliado do prefeito no processo de articulação e votação dos projetos de interesse do executivo na Câmara Municipal. Em 2012, o grupo político entendeu que Missa podia contribuir ainda mais com o município na composição como vice-prefeito, na chapa da reeleição de Gildo Mota, que foi reeleito com 41,59%, total de 4.206 votos.

Ao longo do mandato, prefeito e o vice-prefeito conseguiram formar uma importante parceria que contribuiu significativamente com o desenvolvimento de Serrolândia. Missa teve um mandato atuante, viabilizou projetos e encerrou o mandato com Gildo de forma harmoniosa.

Em 2016, foi para a reeleição de vice na chapa junto com José Gonçalves, sendo eleito e Missa reeleito vice-prefeito com 59.54%, sendo 4.315 votos. Como aconteceu junto com Gildo, sempre buscou realizar um trabalho de parceria, para que o serviço público dado sos cidadãos fosse cada vez mais eficiente.

O município de Serrolândia está em luto pela perda do vice-prefeito Missa.

Fonte: Portal Serrolândia