Torcedora do Grêmio é agredida na frente do filho no Beira-Rio; vídeo


O Grêmio já tem a identificação da torcedora que foi agredida nas arquibancadas do Estádio Beira-Rio ao término do clássico Gre-Nal. Integrante do Departamento do Torcedor Gremista, Thiago Floriano obteve o contato da mulher ainda na noite do sábado (20) e conseguiu conversar com ela somente na manhã deste domingo (21).


De acordo com Floriano, a mulher solicitou que não tivesse seu nome divulgado nem seu contato compartilhado com a imprensa. Ela está preocupada com o filho.

— Conversei com ela nesta manhã. Ela pediu que não fossem repassadas suas informações para nenhum veículo de imprensa e salientou que seu filho segue muito assustado. Ela quer aguardar um pouco para, depois, esclarecer tudo que aconteceu. Neste momento, a preocupação é com a criança — relatou.

Sobre as atitudes que o Grêmio deve tomar a partir de agora, o responsável pelo departamento que estreita o relacionamento entre torcedor e diretoria relatou que está tudo nas mãos da torcedora agredida.

— Será tudo no tempo dela. O presidente Romildo (Bolzan, do Grêmio) também já tem o seu contato. Estamos aguardando a situação acalmar e ver qual será o procedimento daqui para frente. Não há como projetar nada — comentou.

O atacante Everton publicou em seu Instagram na noite deste sábado um pedido para que, caso alguém conhecesse a criança, entrasse em contato com ele. Thiago Floriano informou que o jogador já está com o número da família:

— Repassei o contato para ele. Como ficou difícil a comunicação após o jogo, só consegui conversar com ela nesta manhã. Agora, precisamos aguardar a poeira baixar para ver que tipo de ação pode acontecer e quais serão as suas próximas atitudes.

Presidente do Inter, Marcelo Medeiros se manifestou na manhã deste domingo sobre o episódio no Twitter. Ele escreveu que lamenta o "triste episódio ocorrido ao final do clássico Grenal. No mínimo, não houve bom senso e compostura dos adultos envolvidos em preservar uma criança diante do momento".

Destacou que "o funcionário do Clube conduziu a retirada da mãe e da criança com segurança até a saída do estádio, devolvendo a camisa". O presidente disse, ainda, que o Internacional está "realizando a checagem das imagens para verificar todo o episódio. Assim, tomará as medidas cabíveis para eventuais punições".

Fonte: Gauchazh