Header Ads

Gêmeas siamesas voltam de Goiânia para a Bahia com a família: 'Emoção muito grande'


Quase dois meses após o nascimento, as gêmeas siamesas Laura e Laís, que estavam internadas em Goiânia, embarcaram para a Bahia, acompanhadas da mãe e da tia, neste domingo (6).

Animada com o retorno para Piraí do Norte, onde a família mora, a tia das siamesas, Lina dos Santos, disse estar “muito feliz”.

“É uma emoção muito grande poder voltar para casa com as minhas duas princesas”, afirmou.
Serão cerca de sete horas de viagem, entre o voo para Salvador, e o trajeto de carro até o interior do estado.

As siamesas tiveram alta no dia 9 de setembro, mas só agora puderam voltar para casa.

Segundo Lina, as meninas estão bem e devem ficar na Bahia até maio do ano que vem, quando terão de voltar a Goiânia para os procedimentos da cirurgia de separação.

Nascimento e cirurgia

Laura e Laís nasceram no dia 15 de agosto, na Bahia, e precisaram ser transferidas no dia seguinte para o Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia.

Na época, a tia precisou viajar às pressas com as recém-nascidas, já que a mãe das siamesas, Liliane Silva dos Santos, teve complicações após o parto, e só teve condições de viajar para encontrar as filhas um mês depois.

As gêmeas nasceram unidas pela bacia e abdômen, e compartilham fígado, intestino e bexiga. Um caso raro e complexo.

A cirurgia de separação só poderá ser feita quando Laura e Laís completarem um ano de idade. O caso é acompanhado pelo médico Zacarias Calil no HMI. Após a alta do hospital, as meninas e a família estavam acolhidas com apoio da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG).