Motorista de transporte escolar é preso suspeito de estuprar menina por 2 anos na Bahia


Mauri Carvalho Silva, 40 anos, que é motorista de transporte escolar, foi preso suspeito de estuprar uma menina enquanto a levava para a escola, em Rio do Pires, no sudoeste da Bahia. Conforme Márcio Andrei Tito Oliveira, delegado responsável pelo caso, o crime vinha sendo cometido por dois anos e só foi descoberto depois que a criança contou para a avó.

Ainda de acordo com o delegado, a menina tem 11 anos atualmente, mas o crime ocorria desde os nove anos. O homem, preso na terça-feira (22), aproveitava uma parte do trajeto em que fica a sós com a vítima para cometer os abusos.

"Ela já vinha sendo abusada. Mas, por esses dois anos, ficou acuada, sem contar para ninguém. Ela sempre ia com irmão para a escola, mas, em um determinado trecho do trajeto, ficava sozinha com o homem. Era nesse momento que ele aproveitava para abusar dela", contou.

O delegado não informou desde quando a delegacia vinha acompanhado o caso. Apesar disso, detalhou que a menina estava com o emocional abalado nos últimos tempos.

“A família vinha desconfiando do comportamento dela. Ela chorava sempre. Os professores estavam percebendo. Até que ela contou a avó. Com o emocional abalado, ela relevou", afirmou o delegado.
A criança foi encaminhada para realizar exames de corpo de delito. Não há previsão para a divulgação dos resultados.

O homem foi preso após se apresentar à delegacia, acompanhado do advogado. Nesta quinta-feira (24), ele continuava na Delegacia de Rio do Pires. Ele deve passar por audiência de custódia nos próximos dias.