Mulheres que lutam por mulheres: títulos de cidadãs jacobinenses são entregues em noite solene

Na noite dessa quinta-feira, 31, a Câmara de Vereadores de Jacobina foi palco de grandes homenagens a personalidades que contribuem consideravelmente com as ações desenvolvidas pela Prefeitura de Jacobina. Com a presença do prefeito Luciano Pinheiro, títulos de Cidadãs Jacobinenses foram conferidos à Major PM Denice Santiago e à Secretária Estadual de Políticas para as Mulheres Julieta Palmeira. 

Para o prefeito Luciano Pinheiro, Jacobina recebe duas novas conterrâneas, mulheres de um histórico de vida irretocável e de um serviço relevante prestado à cidade.  “A Major Denice tem sido uma companheira de primeira hora, sempre solícita com os pleitos de Jacobina, com laços sólidos com o nosso município, e que por meio da sua luta, juntamente com o Major Flailton, minha esposa Aline e a Secretária Julieta Palmeira, conseguimos ter de forma profícua este serviço. Julieta Palmeira é uma amiga, irmã e querida, com laços próximo com a comunidade de Itaitu, e sem ela o CRAM e a Casa de Acolhimento da Mulher Jacobinense não seriam uma realidade. Ou seja, hoje temos uma rede de proteção à mulher consolidada em Jacobina, por conta destas duas novas filhas que o município ganha neste dia” disse o gestor municipal.

Ambas fizeram questão de agradecer e reiterar a importância da primeira-dama Aline Pinheiro na luta pelas mulheres jacobinenses e pelos menos favorecidos. “Levarei esta mensagem ao nosso governador de que em Jacobina há um prefeito e uma primeira-dama que se importam e investem em gente e que têm feito a diferença nesta cidade. Atitudes como estas são suprapartidárias, estão muito além da condição política, isso é solidariedade” falou a secretária Julieta Palmeira.

Ainda na ocasião, a Câmara de Vereadores conferiu à secretária da Assistência Social e primeira-dama do município, Aline Pinheiro o título de Honra ao Mérito pelos trabalhos desempenhados, sendo referência hoje para toda Bahia, principalmente no cuidado com mulheres, crianças e idosos.

Ascom PMJ