Preso fisioterapeuta que mandou matar a jovem Rafaela em Lapão


O fisioterapeuta Alfredo Victor de Oliveira Matos se apresentou à Polícia Civil, por volta das 21h dessa sexta-feira (29), em Juazeiro, no Norte da Bahia. Alfredo Victor é suspeito de mandar matar Rafaela Gomes de Souza, 27 anos, que desapareceu da cidade de Lapão, na região de Irecê, no último dia 20 de novembro, depois que recebeu uma ligação telefônica. 

A informação sobre a prisão do suspeito só foi divulgada pela Polícia civil de Juazeiro no final da manhã deste sábado (30),  por questões de segurança. Alfredo Victor assumiu em depoimento que era o mandante do crime e apontou outros dois homens que teriam participado do assassinato de Rafaela.

O corpo de Rafaela foi encontrado na tarde de sexta-feira (29), em um lixão desativado em Irecê. A Polícia Civil prendeu Ramon da Silva Santana, 22 anos, terceiro suspeito de envolvimento no crime. A sua prisão foi crucial para ajudar os investigadores a localizar o corpo da jovem, que estava parcialmente queimado. (Fonte: Central Notícia)

Assassino é procurado


Apenas um dos acusados do homicídio continua foragido. Eriton Dias, o Rato, teria sido o executor do assassinato da jovem. Segundo a polícia, Rato foi contratado pelo fisioterapeuta pela quantia de R$ 4 mil para matar Rafaela.

Após ser sequestrada, Rafaela foi levada para um local próximo da fazenda do pai do fisioterapeuta, em Lapão, onde ficou em cativeiro por quatro dias. Ela foi morta no domingo. Segundo o delegado Geraldo Vilaboim, Rafaela estava debilitada quando chegou no local onde foi morta e foi queimada viva. O corpo foi encontrado pelos policiais com uma corda amarrada no pescoço, a mandíbula quebrada e com marcas de queimaduras.

Redação Jacobina Notícias