Prima da modelo Vitória pede respeito: 'O pessoal não entende a dor da família'


Uma parente da modelo Vitória Nascimento, encontrada morta na manhã desta terça-feira (12), após se afogar na barragem de Ponto Novo, no Centro-Norte do estado, lamentou como a morte é tratada por parte da população e veículos de imprensa. Em contato com o Varela Notícias, Vitória Sá Rios questionou o compartilhamento maciço dos vídeos e das imagens.

“O pessoal não entende a dor da família e fica compartilhando foto e vídeos do corpo. Só queríamos um pouco de privacidade. Tem uns sites postando vídeos, e isso dói muito”, disse.

Já nas redes sociais,  a prima da modelo reforçou a revolta com a situação e pediu oração dos conhecidos e amigos. “Já se colocaram no lugar de uma família dilacerada, de amigos que estão preparados para ver uma coisa dessa? Que sociedade abutre, carniceira estamos nos tornando? Sua curiosidade ou mídia vale mais do que a compaixão? Não compartilhem fotos e vídeos de tragédia. Não sigam uma ‘imprensa’ porca, nojenta, que não tem filtro e não respeita a dor das pessoas. Poderia ser qualquer um de nós. Somos responsáveis por qualquer compartilhamento e propagação e tão quanto querem gravou e postou. Respeito, gente! Vamos nos colocar no lugar do outro, e tão fácil não errar, pra que tanta ignorância e egoísmo? Siga sem julgar. Faça uma oração, só dê ao outro o que você quer receber”, disse.

Vitória Nascimento, de 18 anos, estava desaparecida desde a tarde do último sábado (9), após cair do jet ski nas águas da barragem. O caso gerou comoção em todo estado.