Polícia desmente fake news sobre venda de carne de urubu


A polícia de Manaus (AM), no norte do país, desmentiu um boato que passou a circular nas redes sociais sobre venda de carne de urubu como se fosse galinha caipira ao custo de R$ 5 o quilo. A identificação do boato ocorreu na fonte, num blog sensacionalista com o sugestivo nome de 'Abutre', especializado em propagar notícias falsas para atrair seguidores. As informações são do site Sudoeste Digital.

Para tentar criar veracidade no boto, o site 'Abutre' fez uma foto-montagem com imagens antigas na publicação, porém de baixa resolução, retiradas da internet em 2016. Numa das imagens tem até cabeças de urubu, que também é antiga, mas sua origem é desconhecida. As mesmas imagens já circularam inclusive na Europa, há alguns anos.

"Infelizmente muitas pessoas ainda acreditam em tais boatos, mesmo sabendo que as informações não apresentam supostos pontos de venda, eventuais vendedores e contém grosseiros erros na escrita", disse o agente de saúde Dermeval Santiago Lima, acrescentando que "não falta em Manaus é galinha caipira de verdade".

Dermeval Santiago contou ainda, ao Sudoeste Digital, que o suposto crime não foi divulgado pelos grandes sites, já que seria de repercussão nacional por se tratar de "suposto crime contra a saúde pública". Ele recomenda às pessoas pesquisarem em sites de credibilidade antes de propagarem notícias como essa.

No texto original, que circula na internet e repercutido na íntegra por alguns blogs regionais e sites com pouca expressão no país, o autor comete diversos erros ortográficos, de concordância e acentuação. Confira abaixo um trecho da fake news que foi reproduzida por diversos blogs, inclusive em Jacobina.

"Comercio (sic) clandestino de carne de Urubu dizendo que é de galinha caipira, segundo informações os animais são capturados com linha de pesca e anzóis com isca, depois são tratados e embalados e passam a ser vendidos nas ruas de Manaus. O preço é 5 reais a unidade, pessoas vitimas da malandragem e do golpe e alertam a população a ter cuidado, se oferecerem galinha caipira, cuidado! Você pode estar comprando carne de Urubu".

Redação Jacobina Notícias