Fábio Fernandes dá dicas de como economizar ao construir ou reformar, confira


A tão sonhada casa própria é um objetivo de todos. Com isso, nos deparamos cada vez mais com construções por toda cidade. Infelizmente, muitas delas construídas sem um Projeto Arquitetônico feito por um profissional habilitado, este profissional só pode  ser um Arquiteto, o único de fato, que tem capacitação e habilitação para executá-lo de forma bem feita.

Obras envolvem um gasto de dinheiro muito alto, portanto é comum que as pessoas queiram economizar dispensando o projeto. Mas essa escolha leva, no final das contas, a gastos maiores na obra do que o custo que o projeto representaria se tivesse sido contratado. Fora os prejuízos na má execução e na orientação de pessoas sem capacitação, pedreiros mestres de obras, desenhistas projetistas, entre outros.

O valor do projeto, inclusive, não é tão significativo dentro do investimento total, podendo ficar em algo em torno de 5% do valor final de uma obra, por exemplo. Já os gastos gerados pela falta de projeto não têm limite, e ultrapassam essa marca com extrema facilidade.

Dentre os erros mais comuns e que causam prejuízos estão: mau aproveitamento dos espaços, revestimentos mal colocados e sem prumos, erros nas escolhas dos acabamentos, falta do projeto que coloque os mobiliários no seu devido lugar e com isso excesso de tomadas sem necessidade, etc.

O certo seria se fazer antes de tudo um bom projeto, mas muitas vezes a obra já está em andamento e surgem muitas dúvidas, neste caso, uma boa Consultoria, com um profissional resolve muita coisa, além de ser mais em conta,  ao invés de deixar a cargo de pessoas sem a devida competência que provocará erros na obra,  que além de promover prejuízos fará com que o proprietário conviva com o problema por toda a vida.