Katia diz que Podemos 'garante' sua pré-candidatura à prefeitura de Jacobina


A coordenadora do Núcleo Regional de Saúde Centro Norte, Kátia Alves, declarou nesta quarta-feira (26), em entrevista à 99.1 FM, que o Podemos “garantiu” a sua pré-candidatura à prefeitura de Jacobina.

Kátia Alves havia deixado o PT para assumiu a direção do PP local, mas acabou sendo preterida, perdendo o comando da legenda para o ex-vereador Flávio Júnior, que contou com o aval do deputado estadual Júnior Muniz (PP) e do vereador Tiago Dias (PC do B), que também é pré-candidato à prefeitura de Jacobina.

Além de ser respaldada pelo diretório municipal, até então sob o comando do empresário Rafael Damasceno, Kátia Alves foi recebida no Podemos pelo deputado federal Bacelar, presidente estadual da legenda.

Na entrevista ao radialista Geyder Gomes, Kátia Alves afirmou que sua candidatura “é para valer” e que não concorda com a opinião de que a oposição “precisa sair unida”.

“Acredito num projeto para Jacobina, baseado em propostas, com pessoas que  tenham experiência administrativa, que estejam efetivamente qualificadas para gerir com responsabilidade os destinos do nosso município”, ressaltou.

Ela informou que seu grupo, agora liderado pelo Podemos, já conta 14 pré-candidatos a vereador, entre eles Tom do Povão e Tiago Turismo de Caatinga do Moura.

Em relação ao cargo de confiança que ocupa no Governo do Estado, Kátia Aves afirmou não temer represália, ressaltando que sua indicação para a direção do Núcleo Regional de Saúde Centro Norte  foi feita diretamente  pelo secretário de Saúde, Fábio Vilas-Boas com a anuência de Cícero Monteiro.

Jacobina 24h