Prefeito de Irecê nega que contrato de R$ 2,6 mi seja para São João; 'combate ao coronavírus'


O Prefeito de Irecê, Elmo Vaz, negou que o contrato firmado com a empresa Eletrolight Comércio de Iluminação e Serviços Ltda, no valor de R$ 2,6 milhões (veja aqui), tenha como objetivo a montagem de estruturas voltadas para a festa de São João. A informação foi veiculada na imprensa da Bahia nesta quinta-feira (2), porém o próprio prefeito disse em rede social que se tratava de "fake news". 

Em transmissão ao vivo pelo Facebook nesta sexta-feira (3), Elmo Vaz disse ainda que "a prioridade total nesse momento é com a saúde do povo" de Irecê. O contrato, que foi assinado no dia 25 de março, teria como objetivo disponibilizar estruturas adequadas para o enfrentamento da Covid-19 (o novo coronavírus) no município. Irecê não tem nenhum caso confirmado da pandemia.

Cestas básicas

Elmo Vaz falou também das ações que a Prefeitura de Irecê vem desenvolvendo para ajudar as pessoas em vulnerabilidade sociais, tanto na sede quanto no interior do município.

"Nos últimos três dias, já foram distribuídas cerca de mil cestas básicas na zona rural do município de Irecê, através da Secretaria de Educação, onde nós estamos transformando a merenda escolar em cesta básica para as famílias. A Educação está nesse projeto. Nesse momento estamos fazendo um cadastramento das família, nas escolas da sede do município de Irecê. Acredito que, a partir de amanhã, a Secretaria da Educação, em parceria com a Assistência Social, já começa a distribuição nas escolas", disse Vaz.

O prefeito de Irecê explicou que o Congresso Nacional aprovou medida que dá direito à qualquer prefeito promover ações desse porte.

Por Robson Guedes
Jacobina Notícias - Conectando você com o mundo