Identificada a mãe do recém-nascido achado morto em Ourolândia


As investigações da Polícia Civil apontaram uma jovem de 19 anos com, as iniciais L.S.S., como autora do abandono de um recém-nascido em terreno baldio em Ourolândia – distante 70 quilômetro de Jacobina (relembre aqui).

Na tarde de terça-feira (05), a jovem teria comparecido ao Hospital Janaelson Silva Araruna, alegando cólica na região pélvica, a qual foi atendida e logo liberada. Durante a madrugada do dia 6, L.S.S retornou ao hospital com fortes dores e foi internada. Ao ser questionada sobre gravidez, ela negou aos profissionais sobre sua gestação. Pela manhã, na ausência de um profissional de saúde, entrou no banheiro, trancou a porta e começou a sangrar. Após o parto, a mulher colocou o feto no saco de lixo e descartou em um terreno baldio, voltando para sala de observação.

Em depoimento, a jovem disse que os pais não sabiam da sua gravidez e que não contou por medo de ser expulsa de casa. Ela disse ainda que o bebê havia nascido morto (natimorto). Populares encontraram o corpo do recém-nascido após um cachorro chamar atenção onde ele foi deixado. 

A Polícia Civil instaurou um inquérito que, após concluído, será remetido à justiça. 

Com informações do Memória de Ouro / Redação JN