Alexandre de Moares envia notícia-crime contra família Bolsonaro


O ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moares, enviou uma notícia-crime, contra o presidente Jair Bolsonaro (Sem partido), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)  e o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), para que a Procuradoria-Geral da República tenha uma posição sobre.

A notícia-crime se trata de apurações na rede social Facebook, que removeu contas ligadas a família Bolsonaro. De acordo com informações do G1, a ação foi apresentada pela deputada Maria Pérpetua (PCdoB-AC) ao STF. A partir do pedido feito pelo ministro do STF, nesta quinta-feira, 23, a Procuradoria-Geral irá analisar se há indícios para abrir inquérito e investigar. 

Ao todo foram retiradas 35 contas, 14 páginas e um grupo no Facebook, além disso, também foram removidas 38 contas na rede social Instagram. A empresa informou que o motivo da remoção foi por "comportamento inautêntico", além de perfis falsos.

A parlamentar Maria Pérpetua argumentou ao STF que existem supostas ações praticadas pela família Bolsonaro e aliados, que podem ter sido cometidos crimes como calúnia, difamação, injúria e ameaça, contra os ministros do STF. além de outros alvos como o poder Legislativo e os representantes do Congresso. A ação pode ter sido feita por uma rede mundial de computadores.