Idoso de 102 anos que sobreviveu à gripe espanhola vence a Covid-19


Depois de vencer a gripe espanhola, em 1918, Raimundo Leonardo de Oliveira, lavrador aposentado, de 102 anos, está recuperado da Covid-19. Ele tinha apenas 9 meses de idade quando venceu a primeira pandemia. Ele e a esposa, Nivercina Maria de Oliveira, de 92 anos, com quem é casado há 75 anos, moram em Minas Gerais. Ela também foi infectada pelo novo coronavírus e se recuperou.

A neta do idoso, Tatiana Cristina de Amorim, de 32 anos, conta que Raimundo foi internado no dia 17 de agosto, após testar positivo para a Covid-19. Inicialmente, ele tinha voltado para a casa, mas voltou para o Hospital César Leite, em Manhuaçu, na Zona da Mata mineira, de onde saiu no dia 31. Apesar de ter ido para a UTI, não precisou ser intubado.

"As enfermeiras, médicos, todo mundo com balões, felizes e agradecidos, levando meu avô até a porta. Foi muito emocionante. A primeira coisa que ele disse, quando teve alta, foi que estava com saudade de mim. Falou também que estava com vontade de comer queijo e tomar suco de uva" contou Tatiana, sobre o momento que Raimundo deixou o hospital.

O idoso estava ansioso para reencontrar sua esposa, e fez isso assim que chegou em casa. Juntos, eles tiveram 14 filhos, nove vivos até hoje, 22 netos, 25 bisnetos e dois tataranetos.