A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu nesta sexta-feira (8) o pedido de uso emergencial da CoronaVac. A vacina foi desenvolvida pela farmacêutica Sinovac em parceria com o Instituto Butantan contra a Covid-19.

Os dados de eficácia da vacina foram apresentados à Anvisa pelo Butantan nesta quinta-feira (7).

De acordo com o G1, o pedido foi feito durante uma reunião virtual por causa da pandemia. A Anvisa diz que vai continuar a avaliar toda a documentação depois que todos os documentos forem entregues e que já iniciou a triagem.

Dados apresentados nesta quinta pelo Butantan sugerem que a eficácia da vacina Coronavac vai de 78% a 100%. Segundo o diretor do Butantan, Dimas Covas, em comparação com as pessoas que não receberam a vacina, aquelas submetidas a imunização da Coronavac não apresentaram nenhum caso grave da Covid-19. Isso significa que a vacina tem 100% de eficácia neste tipo de caso. O percentual de eficácia se mantém em relação aos casos moderados e a internação hospitalar. De acordo com Covas, não houve necessidade de hospitalização em nenhum dos voluntários.

Fonte: Bahia Notícias

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem