Por Igor Fagner - O silêncio foi a arma utilizada pelo grupo do Juliano Cruz para vencer mais uma eleição de presidente da Câmara de Vereadores de Jacobina. Enquanto, do outro lado da cidade, o então prefeito eleito, Tiago Dias, contava com os ovos ainda dentro da galinha caipira, comemorando em alto e bom som a sua vitória no Legislativo, o homem da “experiência comprovada” demonstrava mais uma vez sua expertise em política e articulava por debaixo do pano para angariar os votos necessários e continuar na cadeira mais cobiçada da Casa do povo.

Conforme exposto em uma emissora local, Tiago Dias vinha conversando com o ex-prefeito Leopoldo Passos (sim, aquele que até novembro apoiava Luciano da Locar), em articulação para “ganharem” a presidência para seus aliados. Passos, um eterno apaixonado pelo Poder (neste caso o Legislativo), sempre viu naquele local uma maneira de continuar com seu nome vivo na política jacobinense. Porém, Tiago e Leopoldo (agora amigos íntimos), não contavam com um fator importante na hora de uma tomada de decisão – a decepção de alguns vereadores e a indignação com essa nova amizade. 

Ter Leopoldo ao lado de Tiago Dias, não só revoltou os vereadores eleitos, mas também alguns que deixam a casa, aliados políticos e até parte da imprensa, que ouvia sempre o discurso da “Nova Política”. O já empossado prefeito Dias, definitivamente, não tem sorte com ex-prefeitos, vide a tentativa de se aliar a Rui Macedo, coincidentemente também em um mês de janeiro (2020). Mas o fato é que essa tal derrota demonstra que o ex-líder político Leopoldo Passos não tem conseguido mais montar estratégias assertivas como antigamente, deixando deslizar pelos dedos, vereadores que até então dançavam sua música.

Juliano retorna – e podemos apostar que até mais forte, pois ele sai de uma condição de bancada de situação para a de oposição, tendo ao seu lado vereadores que não comungam com a forma em que Tiago Dias vem articulando seus conchaves. E enfim começamos 2021, com o novo prefeito chegando para a posse montado em um touro, mas sem saber que o coice mesmo seria levado lá dentro, desferido por pessoas que julgava ter em suas mãos. Aguardemos cenas dos próximos capítulos.

Jacobina Notícias - Conectando você com o mundo.

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem