A calorosa discussão entre dois taxistas, ocorrida em frente ao estabelecimento Max Center, no bairro do Itaigara, em Salvador, vitimou um deles, na tarde desta terça-feira (11). A Polícia Militar, por meio de nota ao BNews, garantiu que foi constatado por agentes que a morte foi proveniente de golpes de faca. Contudo, um suposto áudio do homem apontado como autor do homicídio, que circula nas redes sociais, desmente a informação. 

Esses caras mais novos não respeita você, não respeita ninguém. Eu cheguei e falei: ‘Aí você, tava procurando confusão no ponto ali, ó você aqui’. Sabe o que ele disse para mim? ‘Vá tomar no c*, vá se fud*r, rapaz’. Eu falei pra ele: ‘mande sua mãe’. Aí ele insistiu, dentro do carro mesmo ele saltou para me bater, eu joguei nele, ele saiu para lá, saiu para cá, eu também tava para comer, iniciou.

O taxista acusado de ter cometido o assasssinato, identificado como João Rodrigues Barbosa, relatou que a vítima, na realidade, sofreu um infarto.

Eu já estava cá do outro lado com o menino me segurando, e o roqueiro segurando ele do outro lado. Aí nego está dizendo que foi facada, não teve nada de facada, ele infartou, ele puxou a faca do almoço dele, eu também puxei a minha, mas ninguém deferiu ninguém. Como ele infartou, podia ser eu, também tenho problemas de saúde, acrescentou.

Escondido

Ele também revelou a orientação do próprio advogado para ele se esconder de modo a não ser preso em flagrante.

Ali tem câmera, vai mostrar e a perícia vai dizer. Já liguei para meu advogado aqui Dudu, ele disse que é para eu me esconder porque se eles me pegarem vai dar flagrante, e outra coisa, está repercutindo porque foi no meio da rua, um bocado de polícia lá, televisão, a porr* toda, amanhã ele fala comigo, apontou.

Investigação

O caso é investigado pela 1ª Delegacia de Homicídios (DH/Atlântico), da Polícia Civil. A vítima foi idnetificada como Regivaldo dos Satos Santana, de 51 anos. 

Já há indicativo de autoria e diligências estão sendo realizadas para localizar o suspeito, colega de profissão da vítima. As guias para remoção e perícia foram expedidas e oitivas de testemunhas serão realizadas para esclarecer a motivação do crime, declarou a corporação, também por meio de nota.

Fonte: Bnews

Comentários

Postagem Anterior Próxima Postagem